Imagem da matéria: A nova atualização da Cardano é uma ameaça para o Ethereum?
Foto: Shutterstock

Desde a sua criação em 2015, a Ethereum tem sido a plataforma dominante para as empresas de criptomoedas desenvolverem projetos. Sua combinação de contratos inteligentes e tokens ERC-20 permite que qualquer pessoa crie seus próprios tokens no topo da infraestrutura do Ethereum – que levou ao nascimento do DeFi.

Como resultado, uma leva de outros protocolos tem nascido para criar suas próprias versões do ecossistema Ethereum.

Publicidade

Alguns dos mais rápidos foram Solana, Tezos e Near, que têm cortejado agressivamente os desenvolvedores para construir em suas plataformas. Um dos projetos mais cautelosos tentando criar uma alternativa ao Ethereum é a Cardano. Ele também foi fundado em 2015, mas em vez de adicionar funcionalidade rapidamente, o IOHK, o projeto que supervisiona o desenvolvimento do Cardano, foi adicionando recursos lentamente após extensos testes e revisão por pares.

Cerca de seis anos após seu início, a atualização Alonzo da Cardano está prestes a adicionar uma série de novos recursos que o aproximam mais do Ethereum e de outros projetos que competem para ser o playground dos desenvolvedores de criptomoedas.

Como Cardano trata do desenvolvimento da blockchain

Primeiro, é importante entender como Cardano difere em sua abordagem para desenvolver a rede.

Enquanto a maioria das redes usa um modelo de desenvolvimento de software típico de introdução de novos recursos, implementado e votado por membros-chave – Ethereum é um – Cardano escolheu a abordagem de revisão por pares, mais comumente vista na academia. Cada novo recurso passa por revisão por pares via IOHK, uma empresa que trabalha em conjunto com várias universidades em pesquisa e desenvolvimento.

Como resultado, o desenvolvimento da rede foi dividido em fases distintas:

  • Cardano foi lançado ao público pela primeira vez em 29 de setembro de 2017, com a fase ‘Byron’, suportando apenas transações ADA.
  • A próxima fase, Shelley, foi lançada em julho de 2020. Ela melhorou a descentralização da rede e permitiu que os detentores apostassem ADA na rede de prova de participação.
  • O terceiro estágio, Goguen, adicionará suporte para contratos inteligentes e emissão de tokens nativos. O prazo é agosto de 2021.
  • Os estágios finais são Basho, que tem como foco o dimensionamento, e Voltaire, que trata da governança. Atualmente não há data definida para isso.

Cardano está atualmente na era Goguen. Atualmente, a rede já havia passado pelo hard fork Allegra – que exigia que os tokens fossem bloqueados para que os participantes pudessem participar da votação – e o fork Mary que abriu o caminho para o uso de NFTs . O próximo é Alonzo.

O hard fork Alonzo

O nome é uma referência ao matemático americano Alonzo Church, que foi um dos antepassados ​​da ciência da computação.

Alonzo é um hard fork que, uma vez concluído, irá introduzir novos recursos à rede Cardano, como o desenvolvimento de novos dApps e funcionalidade DeFi.

Publicidade

O lançamento do Alonzo ocorrerá em várias fases, sendo cada fase identificada por uma cor. A fase atual, azul, será substituída por Alonzo White e Alonzo Purple.

Em seguida, haverá uma série de subestágios, que, se tudo correr bem, levarão à implantação na rede principal Cardano em setembro deste ano. A adição da atualização do Alonzo dará a Cardano a capacidade de competir com outros ecossistemas DeFi como Ethereum, Binance, Polkadot, Solana e outros.

Charles Hoskinson, fundador da Input Output Hong Kong, disse acreditar que este será o momento mais movimentado da história da empresa.

“Provavelmente serão os 90 dias mais ocupados da história da minha empresa e da história do ecossistema. Não estou dizendo que 90 dias depois desse vídeo, Alonzo estará na Mainnet. O que estou dizendo é o caminho de engenharia mais crítico, o caminho de integração, o caminho de coordenação e o caminho da comunidade são para os próximos 90 dias. “

Publicidade

Projetos já estão de olho nas novas funcionalidades do Cardano como uma forma de construir alternativas genuínas aos projetos Web2. A SoMee planeja dar a seus usuários o controle de seus próprios dados enquanto mantém sua privacidade, os usuários serão capazes de monetizar seu próprio conteúdo e seus próprios dados sem se preocupar como eles poderiam ser usados ​​ou acessados ​​por outra pessoa.

A visão completa do SoMee não foi possível em outros blockchains devido a limitações de escala, mas a tecnologia da Cardano, diz o projeto, tem as ferramentas necessárias para oferecer uma alternativa ao Facebook e outras redes sociais.

O que isso significa para Ethereum

A Ethereum é a atual líder no setor, mas a ascensão da rede foi prejudicada por altas taxas e tempos de transação lentos. Ethereum também está no processo de uma grande atualização, mas a arrogância atual dá a Cardano, e outros projetos rivais, incluindo Binance Smart Chain, Solana e Polkadot, uma oportunidade de avançar.

A equipe da Cardano está construindo um conversor ERC-20 que permitirá que tokens da Ethereum vivam no blockchain da Cardano. Embora ainda permitindo que os usuários voltem livremente para a rede Ethereum a qualquer momento.

Ao anunciar a ponte no início deste mês, Romain Pellerin, o CTO da IOHK, a empresa por trás de grande parte do desenvolvimento da Cardano, disse: “Acreditamos que a tecnologia blockchain só alcançará aceitação mainstream quando os usuários finais não estiverem presos a um blockchain ou padrão. Pontes como esta são uma necessidade absoluta para garantir que os usuários tenham uma experiência perfeita. ”

Publicidade

É essa interoperabilidade que provavelmente invadirá o Ethereum e outras redes. Cardano continua sendo de longe a criptomoeda mais capitalizada em termos de valor apostado (stake). Os dados da indústria mostram que o valor apostado da Ethereum está em um distante segundo lugar, com US$ 12,2 bilhões. Solana, Polkadot e Algorand completam os cinco primeiros.

O stake de Cardano permite que os usuários ganhem uma renda passiva na forma de ADA sem ter que bloquear seus ativos por um determinado período de tempo. Em comparação, outros protocolos especificam um período mínimo de restrição para ganhar recompensas de aposta. Se os usuários puderem mover sua ETH para ADA e apostar com maior liberdade, isso pode inclinar a balança a favor da Cardano.

A estratégia da Cardano pode ser considerada fragmentada por alguns, mas não parece ter prejudicado ADA, a criptomoeda nativa da plataforma. O token está atualmente em quinto lugar, pelo tamanho de sua capitalização de mercado, e foi um dos que mais cresceu este ano.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade