Imagem da matéria: Logo do Bitcoin: A história do grande “B” laranja
Foto: Shutterstock

Foi estampado em ônibus, gravado em moedas físicas e estampado nas vitrines de lojas em todo o mundo. O logotipo do Bitcoin, um ₿ inclinado em um círculo laranja (código hexadecimal #F6911D, Pantone 1495 C, se você estiver interessado) tornou-se um fenômeno de marketing e uma ferramenta vital para promover a maior criptomoeda do mundo.

Criar um logotipo reconhecido globalmente não é tarefa fácil; empresas como Starbucks e Apple gastam milhões em equipes de designers gráficos dedicados, brainstorming e workshopping até mesmo para os mais leves ajustes em seus logos.

Publicidade

O logo do Bitcoin alcançou esse nível de reconhecimento sem uma equipe supervisionando o processo de design — muito menos o orçamento de marketing de um gigante corporativo.

Mas quem realmente criou o famoso logotipo do Bitcoin? E pode durar mesmo as coisas tendo mudado tanto desde que foi criado?

Início de 2009: Apresentando Bitcoin – uma nova forma de pagamento

O primeiro logotipo do Bitcoin foi desenhado por ninguém menos que o criador da criptomoeda, Satoshi Nakamoto.

A primeira iteração do logotipo de Nakamoto apareceu logo após o lançamento do Bitcoin, no início de 2009. Ele representa uma moeda de ouro, gravada com as letras “BC”.

A primeira iteração do logotipo Bitcoin. Imagem: Satoshi Nakamoto

Isso foi um exemplo da filosofia de design do esqueumorfismo, em que os objetos digitais são projetados para se parecer com suas contrapartes do mundo real. Na época, o estilo estava muito em voga. O logotipo do Bitcoin de Satoshi surgiu dois anos após o lançamento do iPhone da Apple, cuja IU do sistema operacional original se apoiava fortemente em um design esqueumórfico (como o logotipo do Bitcoin, foi revisado em um estilo mais minimalista).

Publicidade

A adoção dessa filosofia de design também teve efeitos colaterais; alguns argumentaram que a descrição original de Satoshi do Bitcoin como uma moeda de ouro indica que ele concebeu a criptomoeda como “ouro digital” desde o início. Se o ícone realmente se refere ao sistema monetário de “metalismo”, no qual o valor deriva do valor de troca de uma mercadoria — ou se Satoshi estava apenas seguindo as tendências de design então atuais — é uma questão em aberto.

Os entusiastas puderam ajudar Satoshi Nakamoto a iterar em seu design por meio do Bitcoin Talk Forum (Imagem: Bitcoin Talk Forum)

Claro, o ethos do Bitcoin é sobre descentralização e, com o advento do forum Bitcoin Talk em 2010, outros usuários logo começaram a opinar sobre o logo do Bitcoin.

Alguns defenderam a adoção do símbolo monetário do baht tailandês, ฿; outros defendiam um símbolo que não duplicava outra moeda. Até mesmo o “e” comercial (&) foi sugerido em um ponto. Uma ideia que ganhou força foi adicionar um “T” ao “BC”; até hoje, o código de moeda de três letras do Bitcoin é “BTC”.

Fevereiro de 2010: A grande estreia do B grande

Ansioso por agradar, Satoshi atualizou o design de seu logotipo em fevereiro de 2010. Refletindo sobre o conceito do baht tailandês, o logotipo revisado retrata o agora famoso “B” com dois traços verticais.

Publicidade
O logotipo do Bitcoin revisado, mostrando o icônico “B”. Imagem: Satoshi Nakamoto

O logotipo revisado de Satoshi é interessante à luz dos comentários do pioneiro do Bitcoin e possível candidato a Satoshi, Hal Finney, que observou que “curiosamente, o cifrão se originou com duas barras verticais em vez de uma, de acordo com várias teorias.”

Alguns dos usuários do fórum continuaram a criticar os esforços de Satoshi, alegando que o design carecia de polimento profissional.

Novembro de 2010: Adicionando simbolismo

Então, em novembro de 2010, um novo usuário do Fórum Bitcoin Talk, o “Bitboy”, ofereceu algumas melhorias no design de Nakamoto e postou sua arte para o público.

Logotipo do Bitcoin revisado, feito por Bitboy (Imagem: Bitboy)

Mantendo o “B” de Nakamoto, Bitboy o renderizou em branco e o colocou em um círculo laranja brilhante e plano, inclinando-o para a direita. Os traços duplos também foram ajustados; em vez de cortar no meio do “B”, eles surgem de cima para baixo.

Este se tornaria o logotipo do Bitcoin na próxima década.

Notavelmente, o logotipo do Bitcoin agora lembra o de outros métodos de pagamento, não deixando dúvidas sobre o uso pretendido.

Publicidade
Publicação original de Bitboy com os designs do logotipo atual. Imagem: Bitcoin Talk

Um usuário do fórum comparou o novo design com o logotipo da Mastercard, e Bitboy respondeu que essa foi, de fato, sua inspiração.

Ele disse que não era fã de cartões de crédito, mas que era “tudo uma questão de percepção quando se trata de confiança e comportamento do consumidor”.

Quem desenhou o logo do Bitcoin?

Tal como acontece com Nakamoto, a identidade de Bitboy permanece desconhecida, mas outros reivindicaram uma parte no processo. Em 2017, um autor do Medium chamado Phil Wilson afirmou que estava envolvido tanto no design do Bitboy quanto na versão de 2010 de Nakamoto.

Ele também afirmou que o design estava imbuído de simbolismo. Por exemplo, o número oito surge várias vezes no logotipo. Não só se assemelha a um B, mas a letra girada no sentido horário está a 13,88 graus, e as dimensões dos retângulos no desenho tinham um comprimento de 12,5 (um oitavo de 100).

No entanto, Wilson não apresentou provas para apoiar suas afirmações, então há algumas dúvidas sobre a extensão de seu envolvimento.

Hora de mudar?

Embora o design de Bitboy para o logo do Bitcoin tenha durado, nem todo mundo fica feliz em deixar por isso mesmo.

Publicidade

Um grupo em particular fez lobby para mudar o logotipo nos últimos seis anos. O movimento “Bitcoin Symbol” argumentou que, em vez de um logotipo, o que o Bitcoin precisa é de um símbolo — como o dólar, o euro ou o iene.

A sugestão, apresentada pela primeira vez em abril de 2014, foi a letra Ƀ, que aparece em vários alfabetos. Várias startups de Bitcoin adotaram o novo símbolo, mas ele não decolou.

O símbolo do Bitcoin proposto (Imagem: Símbolo Bitcoin)

As objeções ao logotipo existente do Bitcoin são duplas. Por um lado, eles se opõem ao uso de um logotipo por motivos filosóficos, observando que, “Bitcoin […] é uma moeda descentralizada — não é uma marca, nem um produto ou empresa, e o que precisamos para representar Bitcoin é um símbolo em vez de um logotipo. ”

Por outro lado, eles têm preocupações práticas com o uso de um logotipo em vez de um símbolo; eles apontam que as moedas usam símbolos “como $, € ou ¥, com o objetivo de serem usados ​​em qualquer lugar por todos”. Um símbolo, eles argumentam, é um caractere Unicode que pode ser facilmente renderizado por muitas fontes em uma variedade de dispositivos; um logotipo gráfico, por outro lado, não pode.

Os argumentos do movimento perderam parte de sua força nos últimos anos, à medida que o logotipo do Bitcoin se tornou cada vez mais conhecido e associado à criptomoeda.

Em fevereiro de 2019, o Google adicionou uma variante do símbolo do Bitcoin do Bitboy a seus teclados móveis, enquanto um ano depois o Twitter seguiu o exemplo, adicionando um emoji Bitcoin à hashtag #bitcoin. O logotipo do Bitcoin, ao que parece, se tornou um símbolo.

O design despojado do logotipo Bitcoin é parcialmente responsável, disse Bo Beaumont, diretor da Original Nutter Design, uma agência de design do Reino Unido especializada em logotipo e identidade, ao Decrypt. “Sua simplicidade e semelhança com ícones monetários, como $, £ e € cimentaram o design como uma nova moeda digital na mente do público em geral”, disse ele, acrescentando que não faz sentido revisá-lo.

Nem todo mundo é fã, no entanto. Andrew Marriott, proprietário do estúdio de design e branding The Logo Creative, não tinha nada de bom a dizer sobre o logotipo da moeda. “Para mim, é sem graça, genérico e desequilibrado, e nada perto do nível da Nike ou Fedex”, disse ao Decrypt. “Um ‘B’ feito para representar um sinal ‘$’ é muito pouco inspirador e genérico. Não tenho certeza de por que o ícone está inclinado ou por que o tipo é exibido em itálico — simplesmente não é bom olhar! ” disse ele, acrescentando que se parece com “algo que você encontraria em fiverr.com”.

Apesar das críticas, a versão atual segue firme e forte. Mas por quanto mais tempo?

“O símbolo do Bitcoin (₿) funciona por causa de sua simplicidade e por causa da associação monetária das linhas verticais duplas, semelhantes a símbolos de moeda como o dólar, iene, euro, lira etc. Mas há aspectos do logotipo que poderia ser melhorado”, disse David Airey, um designer de logotipo e autor de vários livros sobre design, ao Decrypt.

“A ligeira inclinação no sentido horário no B cria um desequilíbrio visual. Embora isso se ajuste à imprevisibilidade do valor do Bitcoin, não é um visual que inspira confiança”, disse ele.

“Se há algo que eu mudaria acima de qualquer outra coisa, seria endireitar o B no logo.”

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
Talvez você queira ler
Pessoa segura smartphone e hard wallet Bitkey

Empresa do criador do Twitter lança nova hard wallet de Bitcoin 

Vendida a R$ 740, a Bitkey vem com um conjunto de ferramentas de recuperação caso os clientes percam seu telefone, hardware ou ambos
Ilustração mostra mãos segurando moeda de bitcoin entre o polegar e o indicador

Bitcoin Core lança nova versão com atualização dos nós para resistência à censura

Nova versão do Bitcoin Core prevê uma alteração na forma como são criptografados os nós da blockchain para torná-la mais resistente à censura
Fachada de um prédio da BlackRock na Califórnia, EUA

BlackRock já recebeu US$ 100 mil em investimento inicial no seu ETF de Bitcoin à vista

O investimento inicial será usado para a criação de unidades do ETF, que depois serão vendidas para os clientes finais
Ricardo e Camila, criadores do projeto Bitcoin é Aqui posam para foto

Conheça a pequena cidade brasileira que se tornou local com maior taxa de adoção do Bitcoin no mundo

Município do Rio Grande do Sul adota o Bitcoin como meio de pagamento para cortes de cabelo e cafés e chegando até em terrenos