Imagem da matéria: A história das mais de 430 criptomoedas que surgiram de cópias diretas do bitcoin
Foto: Shutterstock

Bitcoin – a primeira das criptomoedas – é responsável direto pela existência de 436 altcoins, que respondem por aproximadamente 6% da soma total do mercado de criptomoedas.

Por que responsável direto? Porque todas essas criptomoedas nasceram de um fork do bitcoin. Ou seja, uma cópia do blockchain dele. A seguir mostraremos um resumo das cópias mais populares.

Publicidade

Um fork do Bitcoin pode ser descrito como uma atualização do protocolo. Existem dois tipos, hard fork e soft fork . O último atua como um pequeno upgrade, e o primeiro literalmente divide o protocolo em dois. Em outras palavras, quando os desenvolvedores se desentendem, ficam fartos do status quo ou querem construir algo com base no Bitcoin, eles podem simplesmente fazer um hard fork.

Desde o primeiro bloco do bitcoin em 2009, houve aproximadamente 436 hard forks – dos quais, cerca de 250 já foram extintos.

A Historia das Altcoins

O primeiro fork do Bitcoin ocorreu no início de 2011 e é creditado por dar o pontapé inicial no mercado de altcoin: Namecoin.

Com uma oferta fixa de 21 milhões, um algoritmo de consenso de proof of work (POW) e o mesmo código subjacente, por alto, a Namecoin é o Bitcoin em tudo, menos no nome. Seu caso de uso, no entanto, difere dramaticamente, com o projeto se concentrando na criação de nomes de domínio seguros, privados e resistentes à censura. Ele também não tinha um enigma para o criador – ao contrário do Bitcoin.

Publicidade

É essa capacidade de pegar a base de código do Bitcoin e criar algo totalmente diferente em cima dela que gerou a mania de novos forks. O Litecoin foi o próximo a fazer isso, apenas dois meses após a divisão inicial da Namecoin, e se tornaria a altcoin mais notável de todas as derivadas do Bitcoin.

Conhecida como a prata das criptomoedas (enquanto o bitcoin é o ouro), a Litecoin apareceu como um híbrido de Bitcoin e outro fork de Bitcoin agora extinto conhecido como Fairbix (que veio de um fork do Bitcoin anterior conhecido como Tenebrix). Na árvore genealógica genealógica do Bitcoin, Litecoin poderia, portanto, ser definido como o neto do Bitcoin.

Litecoin pretendia desenvolver o Bitcoin, com foco em acelerar sua taxa de transação. Pegando um algoritmo POW melhorado e mais eficiente derivado da Fairbix e combinando-o com o código do core do Bitcoin (sua base de código principal), Litecoin conseguiu fazer exatamente isso – sendo aclamado como um parceiro do Bitcoin e garantindo um lugar no topo do mercado das criptomoedas.

Embora tentasse ser uma ferramenta de melhoria para o Bitcoin, a Litecoin sempre conseguiu atingir um equilíbrio delicado, tornando-se um ajudante funcional do Bitcoin, em vez de um usurpador completo.

Publicidade

No entanto, outro grande fork estava prestes a tentar roubar a estrela do bitcoin

Bitcoin Cash

Em agosto de 2017, quatro anos após o início da Litecoin, outro grande fork ocorreu: Bitcoin Cash.

Em vez de um grupo separado de desenvolvedores aproveitando a base de código do Bitcoin para criar algo novo, o Bitcoin Cash foi o resultado de uma batalha interna. Os desenvolvedores discordaram sobre uma solução para o problema de escala da época – a incapacidade do Bitcoin de processar um grande número de transações.

Os proponentes do Bitcoin Cash acreditavam que o problema poderia ser corrigido aumentando o tamanho do bloco do Bitcoin, permitindo que a rede processasse mais transações por bloco. Os desenvolvedores do bitcoin core optaram por uma solução chamada SegWit, um método de separar certas partes dos dados de transações para liberar espaço.

No final, nenhum acordo foi alcançado e a cadeia se rompeu, dando origem ao Bitcoin Cash.

Um ano depois, em novembro de 2018, o Bitcoin Cash passou por outro hard fork, uma igualmente repleta de conflito e caos – mais uma vez sobre o tamanho do bloco. O resultado foi mais uma divisão, criando assim o Bitcoin SV.

No entanto, mesmo com centenas de filhos procurando derrubar o Bitcoin, de aproximadamente 7.000 altcoins com uma capitalização de mercado atual combinada de US$ 330 bilhões, o Bitcoin segue representando mais da metade desse valor com uma dominância 58%. Isso só serve para mostrar que nem sempre o novo é melhor.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

As quedas resultaram em liquidações de US$ 148 milhões no mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago