Imagem da matéria: 81% dos gestores de fundos ainda acham que o Bitcoin é uma bolha, mostra pesquisa do Bank of America
Foto: Shutterstock

Mais de quatro em cada cinco (81%) dos gestores de fundos acreditam que o Bitcoin está em uma bolha, de acordo com uma pesquisa recente publicada pelo Bank of America.

Além disso, a pesquisa descobriu que as commodities compradas são agora o “trade mais congestionado”, com o Bitcoin comprado vindo em segundo lugar. As commodities são produtos crus como petróleo, ouro, prata e madeira serrada. Os metais preciosos são considerados uma proteção eficaz contra a inflação, que se tornou um temor crescente nos últimos tempos.

Publicidade

O banco pesquisou um total de 224 gestores de fundos com mais de US$ 650 bilhões em ativos sob gestão.

No entanto, nem todos estão convencidos do ceticismo coletivo demonstrado.

“Esta pesquisa demonstra que a falta de compreensão de quais problemas o Bitcoin resolve ainda prevalece em certos setores – ainda é visto como apenas mais um ativo para ser negociado por alguns no momento”, disse Jason Deane, analista da Quantum Economics, ao Decrypt.

Ele acrescentou que “os fundamentos apóiam a posição de que o Bitcoin está pronto para uma valorização significativa de preço no futuro”.

Bitcoin continua sendo uma aposta volátil

A pesquisa do Bank of America ocorre em meio a uma montanha-russa do preço do Bitcoin.

Atualmente cotado a US$ 40.000, o BTC aumentou 20% durante a última semana, mas também viu uma queda de 14% no mês passado. Em seu ponto mais baixo nos últimos 30 dias, o Bitcoin caiu para US$ 31.000.

Publicidade

Além da volatilidade do preço do Bitcoin, a criptomoeda líder também passou por um escrutínio regulatório mais completo.

Ainda ontem, um membro da Unidade de Crimes Cibernéticos da Receita Federal dos EUA, Chris Janczewski, disse ao Decrypt que a agência está observando de perto os chats no Telegram como um meio potencial para os criminosos movimentarem fundos sujos.

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional jogou água fria no projeto de El Salvador, dizendo que a medida levanta “uma série de questões macroeconômicas, financeiras e jurídicas”.

No entanto, nem tudo são más notícias para o mercado.

No fim de semana passado, o CEO da Tesla, Elon Musk, disse que a Tesla começaria a aceitar o BTC como pagamento mais uma vez se as mineradoras se comprometessem a usar 50% de energia limpa. Seu anúncio é o mais recente de uma longa série de declarações sobre o estado atual do setor. No mês passado, quando a Tesla parou de aceitar o Bitcoin, os tweets de Elon Musk foram amplamente creditados por contribuírem para a queda do preço do Bitcoin.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin cai 3% antes da decisão sobre taxa de juros e relatório de inflação dos EUA

Federal Reserve não deve cortar taxa de juros, já que os dados da inflação ainda não estão no cenário ideal para as autoridades dos EUA
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte
moeda de bitcoin exposta à frente de fundo escuro

Pesquisadores recuperam senha perdida há 11 anos de carteira com R$ 16 milhões em Bitcoin 

Contratada por um investidor, a dupla Joe Grand e Bruno fizeram engenharia reversa em um software para obter sucesso e restabelecer o acesso a 43,6 BTCs
Imagem da matéria: Saídas líquidas de ETFs de Bitcoin atingem US$ 200 milhões antes da reunião do FOMC

Saídas líquidas de ETFs de Bitcoin atingem US$ 200 milhões antes da reunião do FOMC

Os participantes do mercado esperam que o Federal Reserve mantenha a taxa de juros inalterada, mas os investidores ainda parecem cautelosos