Imagem da matéria: 78% dos bitcoins estão fora de circulação, diz Glassnode
Foto: Shutterstock

A maior parte do Bitcoin é ilíquida – 78% dele – e isso está impulsionando a atual alta do preço, de acordo com um novo relatório da Glassnode.

A “liquidez” do Bitcoin refere-se a quanto do ativo está em circulação. De acordo com descobertas publicadas ontem pela empresa de análise de blockchain Glassnode, apenas 4,2 milhões de Bitcoins (22%) estão disponíveis para compra e venda.

Publicidade

O relatório diz que há uma escassez de Bitcoin porque ele está sendo comprado por grandes investidores. Essa tendência está tornando a moeda mais cara.

“Se muitos bitcoins são ilíquidos, surge uma crise do lado da oferta – o que tem um efeito enfraquecedor na pressão de venda do BTC no mercado”, diz Glassnode. “Ou, dito de outra forma: um aumento sustentado de bitcoins ilíquidos é uma indicação de forte sentimento de longo prazo do investidor e um sinal potencialmente de alta”.

O relatório observa que os investidores de longo prazo que detêm a criptomoeda a retiram de circulação. 2020 foi o ano em que as grandes empresas entraram no mercado de criptomoedas – especialmente a empresa de bussiness inteligence MicroStrategy – e estão comprando Bitcoin e mantendo-o como um investimento de longo prazo.

Essas empresas provavelmente não venderão, de acordo com a Glassnode, e isso está causando a alta do mercado atual. Na verdade, somente neste ano, “mais de 1 milhão de BTC se tornaram ilíquidos”, diz o relatório.

Publicidade

Mas isso é uma coisa boa? O que isso significa para o investidor médio? Pedro Febrero, analista da Quantum Economics, disse ao Decrypt que as descobertas da Glassnode foram “notícias excelentes”.

“Essencialmente, quando a oferta de bitcoin é suprimida, o preço tende a subir, visto que a demanda permanece igual ou aumenta”, disse ele.

“E sabemos com certeza que a demanda está aumentando. Se apenas 22% de todo o Bitcoin estiver em circulação e os indivíduos ricos continuarem adquirindo Bitcoin, não há como dizer o quão alto o preço pode ir. ”

A falta de criptomoeda não é necessariamente uma coisa ruim: ela nunca vai desaparecer.

O relatório acrescenta que a liquidez do Bitcoin e o preço da moeda andam de mãos dadas – e se as coisas continuarem da maneira que estão neste ano, o preço só continuará a subir.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
bitcoin e ethereum em grafico vermelho de queda

Bitcoin e Ethereum passam a cair e provocam liquidações de US$ 150 milhões

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum despencaram na manhã de sexta-feira (10), provocando uma onda de liquidação de longo prazo
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos