Imagem da matéria: Binance lança cartão de débito Visa com criptomoedas e cria lista de espera
(Foto: Divulgação/Binance)

Usar bitcoin e outras moedas digitais para fazer compras diárias com cartão de débito? Essa possibilidade será uma realidade em alguns países da Ásia por meio do Binance Card, anunciado nesta quinta-feira (26) pela Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo.

Fruto de uma parceria com a Visa, o Binance Card se insere na estratégia da empresa para promover a adoção global de criptomoedas de maneira tangível.

Publicidade

De acordo com comunicado à imprensa, o cartão será aceito por cerca de 46 milhões de parceiros Visa em todo o mundo, cobrindo mais de 200 regiões e territórios tanto em loja física quanto online.

O Binance Card funciona como um cartão de débito normal emitido por um banco. Ele funciona na modalidade pré-pago, na qual o usuário deposita fundos antes de efetuar pagamentos, sem ter que pagar taxas mensais ou anuais. É necessário um pagamento único de US$ 15 para adquiri-lo.

“Vemos o Binance Card como mais um passo para tornar cripto ainda mais útil. O cartão Binance faz tudo o que um cartão de pagamento normal faz, além de muito mais. Os usuários não precisam se preocupar com taxas mensais ou anuais de outros cartões e podem esperar que recursos exclusivos sejam lançados este ano”, disse Josh Goodbody, diretor de crescimento da Binance, no comunicado à imprensa.

Uso de cripto no cotidiano

A novidade está ainda restrita a países do Sudeste Asiático. No entanto, interessados de todo o mundo podem se cadastrar no site da Binance para serem avisados quando o cartão estiver disponível na região onde vivem.

Publicidade

Quem já conta com a novidade disponível poderá gerenciar suas contas por meio do aplicativo Binance Card. A ferramenta deve estar disponível, em versão beta, para download em smartphones Android e iOS nas próximas semanas.

O aplicativo Binance Card permitirá que os usuários depositem bitcoins ou Binance Coins (BNB) diretamente de sua conta Binance.com, visualizem o histórico de transações, gerenciem senha, retirem fundos e acessem o suporte ao cliente.

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, também conhecido como CZ, afirma que o uso de criptomoedas como pagamento ainda é um dos grandes desafios para sua disseminação. A chegada do novo cartão, segundo ele, ajuda a encurtar esse caminho.

“Acreditamos que o Binance Card é um passo significativo no incentivo ao uso mais amplo de criptomoedas e mais um passo para a adoção global”.

Publicidade

Olho na América Latina

O Binance Card ainda não está disponível para o Brasil e outros países latino-americanos. No entanto, a corretora também tem feito anúncios voltados para a região.

No último dia 18, a Binance lançou um sistema de negociações P2P (ponto a ponto) para a América Latina, com cinco moedas do continente, entre elas o Real brasileiro (BRL) e o Peso argentino (ARS).

Pela plataforma, os usuários podem comprar e vender diretamente cinco criptomoedas (BTC, ETH, USDT, BNB e BUSD) usando moedas fiat de países da América Latina, sem taxas.

A integração permite que os usuários escolham os vendedores e métodos de pagamento para suas operações e transfiram ativos de criptomoedas para qualquer carteira da Binance gratuitamente. 


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Um airdrop está chegando ao Catizen em breve, e é assim que você pode maximizar seu potencial de ganhos — e talvez salvar alguns gatos da vida real no processo
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre julho em alta de 2,2%; mês promete ser positivo para as criptomoedas

Manhã Cripto: Bitcoin abre julho em alta de 2,2%; mês promete ser positivo para as criptomoedas

Historicamente, julho tende a ser um mês de valorização para as criptomoedas
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas têm semana positiva apesar da pressão da Mt. Gox e Alemanha

Fundos de criptomoedas têm semana positiva apesar da pressão da Mt. Gox e Alemanha

Fundos de criptomoedas tiveram entradas líquidas de US$ 441 milhões após quatro semanas de saídas, com investidores vendo oportunidade na queda dos preços
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

LIFT Lab do BC retorna com edição focada em blockchain, tokenização e cripto

Desde 2018, projetos que chegaram na fase de aceleração do LIFT Lab receberam R$ 400 milhões da iniciativa privada para serem desenvolvidos