Imagem da matéria: Volume de transações de Bitcoin alcança níveis de quando valia US$ 20.000
(Foto: Shutterstock)

O volume de transações na rede do Bitcoin, a principal criptomoeda, está neste momento perto do volume que se via em janeiro de 2018, quando o BTC estava a ser negociado por pouco menos de US$20.000. Apesar deste volume, as taxas de transação estão relativamente baixas.

Os dados, primeiro realçados por usuários no Reddit, são claros: a rede do Bitcoin está com tantas transações como quando estava perto do seu máximo histórico. As taxas pagas por transações, no entanto, estão baixas.

Publicidade
Transações na rede do Bitcoin

De acordo com o site Bitcoin Fees, custa neste momento cerca de US$ 0,06 fazer uma transação que será confirmada dentro de seis blocos na rede, ou seja dentro de aproximadamente uma hora. Em comparação, em dezembro de 2017 esta mesma transação chegaria quase aos US$ 40.

Taxas na rede do Bitcoin

O aumento de transações é visto por alguns como um sinal que o mercado possa estar caminhando para se recuperar. De fato, o preço do Bitcoin subiu recentemente 10% em apenas uma hora, ajudando a despertar o mercado das criptomoedas.

As taxas da criptomoeda estão a manter-se baixas devido a vários fatores. Em primeiro lugar, em 2018 as principais corretoras de criptomoedas como a Coinbase lidavam com uma grande parte do volume de transações, e não faziam batching, ou seja, não comprimiam várias transações numa só.

Na altura, a comunidade revoltou-se e as corretoras começaram a emendar os seus erros, e a utilizar o espaço dos blocos da rede do Bitcoin de forma eficiente. Além disto, o Segregated Witness (SegWit) foi sendo adotado, ajudando a utilizar o espaço nos blocos ainda melhor, e de forma complexa acrescentando mais espaço a cada, separando uma parte dos dados de cada transação.

Publicidade

Taxas de transação mantêm-se baixas

Enquanto em janeiro a adoção do SegWit estava a cerca de 15%, atualmente está a cerca de 40%. De acordo com dados disponíveis, chegou a um máximo perto dos 50% o ano passado, isto mesmo sem algumas das principais corretoras terem adotado a tecnologia.

Por fim, a Lightning Network (LN) também tem crescido, tendo quadruplicado o seu tamanho no final do ano passado. Atualmente, a rede tem já mais de 650 BTC (US $2.2 milhões) nela, o que significa que várias transações de Bitcoin estão sendo feitas fora da sua rede através da LN.

A adoção desta tecnologia aplicada como uma “segunda camada” à rede da criptomoeda tem vindo a crescer graças a desenvolvimentos que facilitam a sua utilização. Além de carteiras que ajudam a usar a rede sem correr um node, já é possível até jogar xadrez e apostar quantias mínimas de BTC através da LN.


3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin chegam ao 9º dia consecutivo de entradas

Os ETFs de Bitcoin negociados nos EUA já captaram US$ 1,9 bilhão nos últimos nove dias
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bernstein reitera previsão de Bitcoin em US$ 200 mil até final de 2025

Previsão já havia sido feito em junho e os analistas apontam que a tendência recente de queda do Bitcoin não mudou esse cenário