Imagem da matéria: Telegram Usa Bitcoin para Seguir Operando na Rússia
(Foto: Divulgação)

A plataforma de troca de mensagens o Telegram está usando Bitcoin para evitar o bloqueio da rede imposto pelo governo da Rússia. Segundo o portal Coindesk, o fundador da empresa, Pavel Durov, revelou estar distribuindo concessões de criptomoeda para distribuidores de serviço VPN (Virtual Private Network) e semelhantes para continuarem operando no país, apesar das sanções.

A revelação vem uma semana depois da Rússia bloquear o Telegram no país por não fornecer chaves de criptografia de conversas de usuários. O governo alega que precisa ter acesso a conversas para investigar ataques terroristas. A empresa, porém, recusa-se a fornecer as ferramentas necessárias para espionagem dizendo ser uma política contrária às garantias da companhia a seus clientes.

Publicidade

Em sua rede de transmissão de mensagens no Telegram, Durov demonstrou estar aberto a alternativas que mantenham o serviço operando na Rússia:

Para nós, essa foi uma decisão fácil. Prometemos 100% de privacidade aos nossos usuários e preferiríamos deixar de existir em vez de violar essa promessa.

Na mesma declaração, o fundador da empresa esclareceu que está pagando em Bitcoins para indivíduos e empresas que alimentem os servidores com redes de proxy do tipo sock5 e VPN. Dessa forma, o aplicativo continua funcionando na Rússia, apesar do bloqueio governamental.

Entre as empresas que forneceram seus servidores estão Apple, Google, Microsoft e Amazon.

Apoio ao Telegram

Os russos representam aproximadamente 7% do total de usuários do Telegram. Durov analiza que, embora a tendência de crescimento orgânico de usuários no mundo supere em poucos meses a possível perda, ele considera ser “pessoalmente importante” manter o serviço no país.

O governo russo não tem agido passivamente com a continuação do serviço no país. A agência reguladora bloqueou dezoito sub-redes e milhões de endereços de IP, pertencentes ao Google e à Amazon, como retaliação contra a colaboração entre as empresas, segundo informações da Reuters.

Publicidade

Leia também: Morre Americano que Fez US$ 1 Bilhão ao Investir US$ 2 milhões em Ripple

 

BitcoinTrade

BitcoinTrade é a plataforma mais segura do Brasil para comprar e vender Bitcoin e Ethereum, junte-se agora a mais de 135 mil clientes satisfeitos. Gerencie também suas moedas digitais utilizando nosso aplicativo para dispositivos com iOS ou Android. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Talvez você queira ler
Fachada de um prédio da BlackRock na Califórnia, EUA

BlackRock já recebeu US$ 100 mil em investimento inicial no seu ETF de Bitcoin à vista

O investimento inicial será usado para a criação de unidades do ETF, que depois serão vendidas para os clientes finais
Bonequinho em cima de uma pilha de moedas douradas de bitcoin fazendo alusão ao processo de mineração

Censura no Bitcoin? Grande pool de mineração revolta comunidade ao “filtrar” transações suspeitas

Um desenvolvedor do Bitcoin detectou seis transações perdidas de endereços sancionados pelo governo dos EUA
Imagem da matéria: Ações da MicroStrategy batem maior preço em quase dois anos

Ações da MicroStrategy batem maior preço em quase dois anos

Empresa fundada por Michael Syalor agora detém aproximadamente 0,75% do fornecimento total de Bitcoin em circulação
Tela de computador que mostra moeda de bitcoin em meio a traços matrix

Investidor que pagou a taxa de Bitcoin mais cara da história revela ter sido vítima de hacker

“Hackers pagaram taxa de 83,5 BTC com meu dinheiro”, denuncia investidor