Imagem da matéria: Ray Dalio: Bitcoin e criptomoedas recebem 'atenção demais'
Ray Dalio, gestor de fundos hedge

Ele de novo. Ray Dalio, indiscutivelmente o gestor de fundos de hedge mais famoso do mundo, indicou que não está colocando muita fé na criptomoeda como cobertura para nada.

Em uma entrevista ao “The David Rubinstein Show“, na Bloomberg, Dalio reiterou que acha que alguns governos proibirão criptomoedas como Bitcoin – um ponto em que ele provou estar correto – e deu a entender que sua capitalização de mercado é muito grande. Ele também comparou os defensores mais fervorosos da classe de ativos com “goldbugs”, os defensores do padrão-ouro. “Então, acho que muita atenção é gasta em criptomoedas”, disse ele.

Publicidade

Mas Dalio, um dos homens mais ricos do mundo, acha os ativos digitais “interessantes” – e novamente admitiu ter uma pequena quantia em seu portfólio diversificado. “Acho que agora estamos em uma área em que teremos diferentes tipos de dinheiro”, disse ele ao discutir a separação da moeda como meio de troca e acumulação de riqueza.

Apesar de seu ceticismo sobre as perspectivas da criptomoeda, Dalio tem algumas coisas em comum com os bitcoiners americanos. Por um lado, ele acha que o Federal Reserve (Fed) tem sido lento demais para controlar a política monetária. Por outro, ele está genuinamente preocupado com o futuro econômico e político.

“Acho que nas eleições de 2024 há uma chance razoável de que nenhum dos partidos aceite perder as eleições”, disse ele. “E isso significa que a democracia ou um tipo de guerra civil pode se desenvolver de certa forma”.

Em suma, Dalio vê risco em toda parte. A criptomoeda, por exemplo, é “vulnerável” ao rastreamento do governo. Os EUA são suscetíveis a um colapso político. E o Fed pode ter seu cronograma totalmente errado.

Publicidade

Para aqueles preocupados que seu BTC se torne inútil em uma paisagem infernal distópica com Jerome Powell como Supremo Senhor Supremo, é importante perceber que Ray Dalio é mais probabilístico em seu pensamento; ele evita lidar com absolutos.

Dito isso, a Bridgewater Associates, empresa que ele fundou, não tem feito apostas lucrativas ultimamente. A empresa registrou ganhos insignificantes em seus principais fundos em 2019, seguidos por US$ 12 bilhões em perdas em 2020. Em 2021, a empresa se reestruturou, de modo que Dalio agora atua como copresidente e codiretor de investimentos, dividindo as decisões de investimento com os co-CIOs Bob Prince e Greg Jensen.

*Traduzido e editado por com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

PF derruba quadrilha que enviou R$ 1,6 bilhão para exterior com uso de criptomoedas e doleiros

Estima-se que foram importados para o país mais de 500 mil telefones celulares pela organização criminosa nos últimos cinco anos
Imagem da matéria: Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Coutinho será apresentado em São Januário neste sábado em evento exclusivo
Imagem da matéria: Ethereum sobe 2,3% e faz traders que apostavam na queda serem liquidados em US$ 20 mi

Ethereum sobe 2,3% e faz traders que apostavam na queda serem liquidados em US$ 20 mi

Um total de US$ 20 milhões em contratos de venda e US$ 1,9 mi em contratos de compra de Ethereum foram liquidados nas últimas 24 horas
Joe Biden posa para foto

Biden vira sobre Kamala: mercados de criptomoedas esperam que o presidente seja indicado

Apostadores de criptomoedas no popular mercado de previsões Polymarket novamente favorecem Joe Biden como candidato dos democratas