Imagem da matéria: Pagamento de Bitcoin da Mt. Gox começará "o mais rápido possível", afirma Bitstamp
Foto: Shutterstock

A Bitstamp, uma das cinco exchanges de criptomoedas utilizadas para ajudar a distribuir bilhões de dólares em Bitcoin atualmente devidos aos credores da Mt. Gox, disse na segunda-feira (8) que planeja desembolsar fundos aos investidores o mais rápido possível, assim que forem recebidos.

“Segundo o acordo com os curadores da Mt. Gox, a Bitstamp tem 60 dias para distribuir os tokens, embora estejamos, é claro, trabalhando para garantir que esses investidores sejam pagos o mais rápido possível”, disse a bolsa adquirida pela Robinhood em um comunicado compartilhado com Decrypt.

Publicidade

O comentário lança alguma luz sobre o processo amplamente opaco e ansiosamente seguido pelo qual os administradores da extinta Mt. Gox – que já foi a maior bolsa de criptomoedas do mundo – planejam descarregar 142.000 BTC recuperados em credores que ficaram de mãos vazias quando a plataforma foi hackeada e fechada em 2014.

Muitos detentores de cripto temem que despejar muito dessa quantia no mercado ao mesmo tempo possa prejudicar o preço do Bitcoin. Na semana passada, enquanto a Mt. Gox preparava o processo de transferência dos BTC – enviando US$ 2,7 bilhões em tokens armazenados para uma carteira não identificada – o Bitcoin caiu quase 10%.

Exacerbada pelos temores do impacto do reembolso do BTC da Mt. Gox no mercado e pelo recente despejo de Bitcoin apreendido pelo próprio governo alemão, a principal criptomoeda do mundo caiu 19% no último mês.

O valor total de todos os bitcoins a serem distribuídos pelos administradores da Mt. Gox é de aproximadamente US$ 8 bilhões; o governo alemão ainda detém cerca de US$ 1,5 bilhão em tokens, de acordo com a Arkham.

Publicidade

Os especialistas esperam que o descarregamento dessas somas gigantescas no mercado certamente empurrará o preço do Bitcoin ainda mais para baixo.

“Seria necessário um julho massivo para que o preço do Bitcoin resistisse ao grande peso da oferta que inunda o mercado por parte da Mt. Gox e do governo alemão”, Pav Hundal, analista-chefe de mercado da exchange de criptomoedas Swyftx, que disse anteriormente ao Decrypt: “Pode ser assim que chegaremos a US$ 50 mil.”

A atualização de hoje da Bitstamp indica as prioridades complexas e concorrentes em jogo no envio de tantas criptomoedas aos usuários de uma só vez: embora os credores de criptomoedas provavelmente estejam inclinados a querer manter o preço do Bitcoin estável, eles também desejarão recuperar o controle sobre os fundos que lhes são devidos o mais rápido possível.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Justiça torna sócios da gestora cripto Titanium réus por crimes financeiros

Juiz aceitou a denúncia do Ministério Público contra os sócios da Titanium e da Sbaraini, além de mais sete pessoas, por investigações da Operação Ouranós
Imagem da matéria: WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

WazirX, uma das maiores exchanges da Índia, perde R$ 1,2 bilhão em ataque hacker

A exchange cripto indiana WazirX suspendeu os saques de criptomoedas depois da invasão
Imagem da matéria: Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

Polícia apreende R$ 100 mil em mineradoras de criptomoedas dentro de carro no Paraná

As mineradoras de criptomoedas estavam em um carro modelo Onix que foi abordado pelos policiais durante a Operação Protetor
Imagem da matéria: Jovem executiva usa tokenização para financiar MBA de R$ 570 mil na França

Jovem executiva usa tokenização para financiar MBA de R$ 570 mil na França

Yasmin Hund conseguiu toda a verba necessária para passar um ano na França fazendo MBA, tudo graças à tecnologia blockchain