O que é Big Data e como ele pode ser integrado ao Blockchain



Enquanto a maioria das pessoas acredita que a tecnologia blockchain foi inventada com a introdução do Bitcoin, a realidade é que esse conceito já existia duas décadas antes do whitepaper de Satoshi Nakamoto.

Explicando Blockchain

O Blockchain é considerado uma tecnologia de grande potencial transformador que funciona baseada em uma estrutura de contabilidade distribuída. O que isso quer dizer? Se trata de uma configuração de rede descentralizada que garante um grau aprimorado de segurança.

Suas transações são capturadas em conjuntos denominados blocos. Toda nova transação é registrada em um novo bloco, que requer autenticação dos usuários conectados à rede. Todos os blocos são interconectados em uma cadeia, daí o nome blockchain (​block é “bloco” e ​chain é “cadeia”).​

Para cada transação é feita a captura de data e hora, e este registro é inviolável. Ou seja, toda nova informação adicionada à cadeia tem um registro de data e hora que não pode ser alterado. Como essa tecnologia é caracterizada por um grau aprimorado de transparência, ela apresenta um alto nível de segurança, além de garantir a integridade dos dados.

O que é Big Data

Por outro lado, Big Data, como o próprio nome indica, é a agregação de um conjunto enorme de dados. Devido ao elevado volume e complexidade dos dados envolvidos, ele não pode

ser manipulado usando sistemas convencionais de processamento de dados. Os principais usos para esse tipo de dados incluem a previsão de tendências comportamentais e padrões de marketing. Nos últimos anos, a demanda por análise de big data vem se expandindo, impulsionada pelo número crescente de usos que esse tipo de dado tem recebido.

Várias empresas utilizam armazenamento na Web baseado na nuvem para capturar e manter todos esses dados. Naturalmente, isso pode ser uma prática de alto custo, especialmente para empresas de pequeno porte.



Como o Blockchain e o Big Data estão conectados

Como já indicado, a principal razão pela qual as empresas acumulam esses dados é para prever respostas do mercado. É neste ponto da análise de big data que a tecnologia blockchain encontra utilidade em potencial.

O blockchain pode ser uma maneira eficaz de armazenar dados online. Além disso, a sua natureza descentralizada significa que ela permite o acesso a vários usuários. Normalmente, as diferentes entidades envolvidas em uma transação mantêm seus dados em ​ledgers (livros-razão) separados. Com o blockchain, todas os envolvidos numa mesma transação podem obter acesso às informações numa rede única.

Basicamente, as transações podem ser documentadas neste sistema único, o qual permite autenticação por todas as entidades envolvidas. Conseqüentemente, os usuários podem ver transações realizadas sem esforço. Da mesma forma, o rastreio de todo o histórico de um acordo pode ser feito com facilidade.


Sobre o autor

Fares Alkudmani é formado em Administração pela Universidade Tishreen, na Síria, com MBA pela Edinburgh Business School, da Escócia. Desde janeiro de 2019, atua na empresa de criptomoedas Changelly como gerente-geral para a América Latina