Imagem da matéria: Novo ETF lançado nos EUA permite apostar contra as ações da Coinbase
Shutterstock

Sentindo-se pessimista em relação às criptomoedas? Agora existe um ETF para apostar contra (short) a Coinbase (COIN) – a principal exchange dos EUA e vista como uma referência para o sucesso de todo o setor.

Com lançamento previsto para esta quarta-feira (10), o ETF YieldMax Short COIN Option Income Strategy foi projetado para “buscar exposição inversa (oposta) ao preço das ações ordinárias da Coinbase Global”, sujeito a certos limites sobre ganhos de investimento, de acordo com o resumo do seu prospecto.

Publicidade

YieldMax é uma empresa de gestão de ativos cujos produtos compram contratos de opções com base em um título subjacente. Como se fizesse uma piada com cripto, o ETF focado na Coinbase será negociado na NYSE Arca sob o ticker “FIAT”, como são chamadas as moedas fiduciárias.

“O potencial do fundo para ganhos com reduções no preço das ações da COIN é limitado”, diz o documento, observando que o fundo “não se beneficiará totalmente” de qualquer redução significativa no preço das ações da Coinbase.

O ETF operará usando uma estratégia de emissão de “opção de venda sintética coberta”, incorporando várias partes móveis para fornecer exposição inversa indireta às ações da Coinbase, ao mesmo tempo que gera renda mensal passiva, independentemente do desempenho da Coinbase.

Isso envolve simultaneamente a compra de opções de venda e a venda de opções de compra de ações da COIN, uma prática que replica a exposição inversa aos movimentos das ações da Coinbase. O fundo também venderá opções de venda de curto prazo sobre as mesmas ações com preço de exercício entre 0% e 15% abaixo dos preços atuais, com as quais gerará receita.

Publicidade

“Se o preço das ações do título subjacente diminuir além do preço de exercício… o fundo perderá dinheiro nessas posições vendidas e as perdas, por sua vez, limitarão os ganhos da exposição curta sintética do fundo”, alertou o documento.

Nos últimos tempos, vender a descoberto em COIN não tem sido uma atitude sábia para investidores de longo prazo. As ações subiram 171% no ano passado e 43% no acumulado do ano, mostrando relativa estabilidade durante a correção significativa do Bitcoin nas últimas cinco semanas.

O produto da YieldMax se junta a uma onda de produtos cada vez mais sofisticados de Wall Street surgindo em torno das criptomoedas desde o surgimento dos ETFs de Bitcoin à vista em janeiro. Semanas após seu lançamento, a Roundhill apresentou seu ETF Bitcoin Covered Call Strategy, que usou acordos de opções semelhantes para gerar um rendimento anualizado de 30% para os investidores no dia de abertura.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua 1,2% e pane cibernética global faz surgir dezenas de memecoins

Manhã Cripto: Bitcoin recua 1,2% e pane cibernética global faz surgir dezenas de memecoins

O mercado cripto repercute o problema global com piadas e, claro, memecoins
Ilustração de vários hamsters lado a lado vestidos de paletó e gravata

Como jogar Hamster Kombat? Veja passo a passo

O airdrop do joguinho mais popular do Telegram está programado para acontecer ainda neste mês de julho
farao do bitcoin glaidson

Justiça do Rio inicia julgamento da GAS Consultoria na próxima semana

Na próxima quarta-feira, a 1ª Vara Criminal Especializada de Combate ao Crime Organizado do Rio de Janeiro irá ouvir testemunhas
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Bitcoin pode um dia substituir o dólar americano, diz criador do Twitter

Em um sofisticado retiro na Toscana, Jack Dorsey compartilhou sua visão sobre a ascensão do Bitcoin à supremacia global