NegocieCoins trava saques em Bitcoin e Reais após novo limite; reclamações explodem

Bitcoin Banco trava saques em projeto da Zater Capital e em encerra conta de vários clientes
Foto: Shutterstock


A NegocieCoins, do Bitcoin Banco, travou os saques em reais e em bitcoin na manhã desta segunda-feira após estourar o limite global. “Caso não tenha conseguido fazer, pedimos que o faça a partir das 10h de amanhã”, diz o comunicado da empresa. Saques em Bitcoin também apresentaram problemas.

Depois de uma onda de reclamações que começou na semana passada, a empresa anunciou algumas mudanças relacionados à implementação de um novo sistema de segurança.

Além disso, limitaram os saques em Bitcoin a 5 BTC por dia. As criticas sobre os saques permaneceram na manhã desta segunda-feira (20).

Só no site Reclame Aqui foram 97 reclamações na última semana, sendo que o número total é de 231 comentários. A maior parte se refere a problemas nos saques, embora nos comentários com mais de três dias, a maioria conste como “problema resolvido”.

Na última sexta-feira (17), diante de tantas reclamações, o Bitcoin Banco soltou um vídeo no qual afirmou que estavam sendo feitos ajustes de segurança em parceria com uma empresa de segurança chamada Active Cloud. A promessa é que as mudança seriam implementadas até terça-feira (21).

Porém, na noite de domingo, as modificações foram descritas no Facebook da corretora NegocieCoins. Entre as mudanças mais marcantes estão o limite de saque de 5 Bitcoins por usuário, algo incomum no mercado, e um limite diário no número de total de saques em reais e criptomoedas, que eles não dão muito detalhes, sendo um pouco subjetivo. Os limites de retirada de R$ 30 mil por dia por usuário foram mantidos.

Problemas na segunda-feira

Os problemas com saques parecem ter permanecido nesta segunda. Nos grupos de WhatsApp dedicados à arbitragem nas corretoras do Bitcoin Banco, poucas pessoas afirmaram ter conseguido sacar. Em um deles, com 257 pessoas, houve apenas um relato.



Um trader próximo à empresa, que pediu para não ter o nome revelado, disse que havia problema com o Banco Plural e isso poderia estar provocando a lentidão. “Um saque eu consegui. Mas ainda tenho um pendente”, afirmou.

Nas redes sociais da empresa, porém, afluíram dezenas de pessoas com reclamações de que além dos saques presos, não têm acesso ao chat de atendimento.

O Portal do Bitcoin entrou em contato com a assessoria de imprensa do grupo Bitcoin Banco, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem.

NegocieCoins e CoinMarketCap

No início de maio, o CoinMarketCap deixou de usar o preço da exchange brasileira NegocieCoins no cálculo do preço geral do Bitcoin na ferramenta.

Ao lado do preço  o mais caro dentre as 50 primeiras posições  de US$ 6.203,80 (no momento da redação) da corretora do grupo Bitcoin Banco agora fica colado um asterisco. No rodapé da página, está a explicação: significa que o preço foi excluído.

Questionado, o CoinMarketCap disse, por email, o seguinte: “No momento, estamos investigando porque o preço deles é tão diferente das outras exchanges, e estamos o excluindo neste meio tempo”.