Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin se estabiliza após a montanha-russa da inflação e da taxa de juros
Foto: Shutterstock

As últimas 24 horas foram uma montanha-russa de volatilidade para o Bitcoin.

O preço do BTC disparou depois que a impressão do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) se mostrou melhor do que o esperado, logo antes da abertura dos mercados nos EUA. A alta, no entanto, teve vida curta, já que o preço do Bitcoin caiu depois do comentário do presidente do Fed, Jerome Powell.

Publicidade

No momento em que este artigo foi escrito, o preço do Bitcoin se estabeleceu em US$ 67.350 — cerca de 0,7% mais baixo do que ontem, de acordo com dados do CoinGecko.

Na quarta-feira (12), o preço do Bitcoin subiu de US$ 67.385 para US$ 69.945, um aumento de 3,8%, depois que os dados do IPC chegaram a 3,3% — 0,1% abaixo do que os analistas haviam previsto. Mas, em seguida, o BTC caiu para US$ 66.997, uma queda de 4,5%, depois que Powell disse, durante sua conferência de imprensa, que o Federal Reserve poderia cortar as taxas apenas uma vez este ano.

Powell apontou que o banco central não reduzirá as taxas de juros se o Comitê Federal de Mercados Abertos (FOMC) não tiver confiança na redução da inflação do IPC em direção à meta de 2%.

No início deste ano, o gráfico de pontos — uma coleção de previsões dos presidentes e governadores do Fed — indicava que o Federal Reserve havia previsto três cortes nas taxas até o final do ano.

De modo geral, os participantes do mercado esperam um corte de 25 pontos-base na taxa de juros durante a reunião do FOMC de setembro, sendo que quase 43% dos participantes esperam outro corte de 25 pontos-base após a reunião do FOMC de dezembro, de acordo com a CME FedWatch Tool.

Publicidade

As taxas de juros desempenham um papel fundamental na ação do preço dos ativos de risco, como as criptomoedas e o mercado de ações. Uma taxa de juros mais baixa aumenta a liquidez do sistema, pois o custo do capital emprestado é menor e os investidores buscam retornos mais altos sobre seu capital devido ao fato de os ativos de renda fixa oferecerem retornos mais baixos.

É interessante notar que um trio de senadores dos EUA, liderado pela senadora Elizabeth Warren (D-MA), escreveu uma carta a Jerome Powell no dia 10 de junho pedindo que o Fed reduza as taxas de juros. Os legisladores alegaram que as altas taxas de juros começaram a prejudicar a economia dos EUA.

“Vocês mantiveram as taxas de juros muito altas por muito tempo: é hora de reduzir as taxas”, disseram na carta.

Em uma nota compartilhada com o Decrypt, Leena ElDeeb, pesquisadora associada da 21Shares, afirmou que o Federal Reserve pode ter que cortar as taxas de juros em breve devido a uma série de razões.

Publicidade

De acordo com a nota, a meta de 2% do Federal Reserve pode ter de ser revisada, pois as altas taxas de juros estão prejudicando mais do que beneficiando a economia dos EUA. Tanto o banco central canadense quanto o banco central europeu reduziram as taxas de juros, o que pode reforçar a capacidade do Federal Reserve de revisar sua meta.

Além disso, as altas taxas de juros estão pressionando o sistema bancário dos EUA.

“63 bancos declararam ter US$ 517 bilhões em perdas não realizadas, que aumentaram em US$ 39 bilhões no primeiro trimestre. Esses dados do FDIC também podem influenciar o Federal Reserve a reduzir as taxas em breve”, disse ElDeeb.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

  • Quer ter a chance de ganhar 1 ethereum (ETH)? Abra sua conta grátis no Mercado Bitcoin e comece a negociar o quanto antes
VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin empilhadas em formato de torre

Alta do Bitcoin vai além de Trump e fundamentos mostram possível forte recuperação, diz analista

Beto Fernandes, analista da Foxbit, afirma que os próprios fundamentos do Bitcoin explicam a valorização e ressalta relação oferta e demanda
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai 5% para US$ 54 mil com início dos pagamentos da Mt. Gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai 5% para US$ 54 mil com início dos pagamentos da Mt. Gox

O preço do Bitcoin chegou a atingir US$ 53.898 após uma carteira da Mt. Gox transferir US$ 2,7 bilhões
bitcoin

Manhã Cripto: Bitcoin recua 2,2% apesar da queda da inflação nos EUA

Embora os dados macroeconômicos atuais sejam positivos, o Bitcoin ainda busca estabilidade em meio às preocupações pontuais dos investidores
Cauda de baleia sob um mar de moedas de bitcoin

Baleia de Bitcoin acorda depois de 12 anos e movimenta R$ 37 milhões

Antes disso, a última transação ocorreu em fevereiro de 2012, quando esse endereço enviou 2,98 BTC, que na época valiam apenas US$ 15