Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin ensaia recuperação e Trump diz apoiar a mineração de BTC nos Estados Unidos
Donald Trump, presidente dos EUA (Foto: Voice of America/Wikimedia)

O Bitcoin (BTC) começou o dia nesta quarta-feira (12) ensaiando uma recuperação em relação à forte queda da noite anterior: o ativo registra alta de 1,3% e é cotado em US$ 67.910. O Índice de Preço do Bitcoin (IPB) aponta valorização de 1,3% e preço de R$ 367.352

O mercado financeiro como um todo vive a expectativa da reunião do comitê de política monetária do Fed, que será realizada na tarde de hoje. A entidade é a responsável por decidir a taxa de juros da economia dos Estados Unidos. Apesar de ter começado uma trajetória e cortes na taxa, a expectativa é que dessa vez o comitê mantenha o índice como está. 

Publicidade

Esse cenário não é bom para as criptomoedas, já que taxas menores de juros tornam menos atrativo aportes em títulos públicos e fomentam os investimentos de risco, como ações e Bitcoin. 

O resto do mercado segue a tendência de leve alta: Ethereum (+0,4%), BNB (+1,7%), Lido Staked Ether (+0,5%), Toncoin (+3,3%). 

Mas algumas criptomoedas importantes registram quedas, como Solana (-0,9%), XRP (-0,4%), Dogecoin (-0,9%) e Cardano (-0,7%).

Trump e mineração de Bitcoin

O ex-presidente e criminoso condenado Donald Trump disse, após um evento de campanha com mineradores de Bitcoin, que ele quer “todo o Bitcoin restante feito nos EUA”.

A observação foi feita em seu perfil na plataforma de redes sociais alternativa, Truth Social, após uma reunião com o CEO da Bitcoin Magazine, David Bailey, e executivos das mineradoras de BTC de capital aberto CleanSpark, Riot Platforms e Marathon Digital. Seu discurso de ontem à noite é mais um apelo ao setor cripto dos EUA rumo à eleição presidencial de 2024.

Publicidade

Nas últimas pesquisas, Trump mantém uma pequena vantagem sobre o presidente Joe Biden, com 41% do apoio do eleitorado, contra 40% do titular. E Robert F. Kennedy Jr., que está concorrendo como candidato independente, ainda mantém 9% do apoio dos eleitores nas pesquisas.

Trump acrescentou em sua publicação que produzir o suprimento restante de BTC nos EUA ajudará o país a ser “dominante em energia” e que “pode ser nossa última linha de defesa contra uma CBDC”.

Trump jurou “nunca permitir” uma CBDC se for reeleito, mas não esclareceu por que o aumento da mineração de Bitcoin pode ajudar a bloquear a criação de uma moeda digital do banco central. Uma CBDC é uma forma digital de moeda fiduciária e se tornou um divisor de águas na comunidade de criptomoedas, à medida que os bancos centrais de todo o mundo exploram se seria benéfico emitir uma.

Quanto à promoção do domínio da mineração de Bitcoin nos EUA, Trump pode ter se referido ao fato de que deseja que os Estados Unidos aumentem sua parcela do hashrate da rede. Atualmente, os EUA respondem por 38% do hashrate global de Bitcoin, de acordo com o The Chain Bulletin.

Publicidade

Os concorrentes mais próximos são a China, com 21%, e o Canadá, com 6,5% do total de hashrate.

Mesmo que os EUA aumentassem seu hashrate, como Trump espera, isso não impediria que os mineradores operassem em outros países e fossem recompensados com BTC. Atualmente, aproximadamente 94% dos 21 milhões de Bitcoin fornecidos foram pagos aos mineradores como recompensa pelo processamento de blocos de transações na rede.

Já houve esforços para usar e aumentar a participação do Bitcoin “norte-americano” anteriormente.

Em 2020, a Câmara de Comércio Digital enviou US$ 50 em BTC para todos os membros do Congresso. O BTC usado para o golpe publicitário foi extraído pela Core Scientific, uma empresa de hardware de mineração dos EUA, que forneceu mineradores de Bitcoin de Kentucky e Carolina do Norte para o pool de mineração Luxor, cujos servidores estão em Iowa.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bernstein reitera previsão de Bitcoin em US$ 200 mil até final de 2025

Previsão já havia sido feito em junho e os analistas apontam que a tendência recente de queda do Bitcoin não mudou esse cenário
Imagem da matéria: "Buy Bitcoin": 7 anos atrás, estagiário dizia para o mundo comprar Bitcoin no Congresso dos EUA

“Buy Bitcoin”: 7 anos atrás, estagiário dizia para o mundo comprar Bitcoin no Congresso dos EUA

Quem seguiu o conselho tomou uma sábia decisão: o Bitcoin valorizou 2.321% desde então, indo de US$ 2.387 para US$ 57.801
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar