Imagem da matéria: Litecoin (LTC) sobe quase 10%; Bitcoin (BTC), Cardano (ADA), Ethereum (ETH) operam em queda
Foto: Shutterstock

Após bater um novo recorde de preço no dólar e no real, o Bitcoin (BTC) recua na manhã desta quarta-feira (10) e leva a maioria das criptomoedas para o vermelho junto com ele. No entanto, há exceções. 

Litecoin (LTC), uma criptomoeda que ontem valorizou mais de 20%, continua registrando um ganho de 6,5% nas últimas 24 horas, o mais expressivo entre as 20 maiores criptomoedas do setor.

Publicidade

Na tarde passada, a LTC atingiu um topo de US$ 274, sua cotação mais alta em pouco mais de seis meses. Atualmente, a criptomoeda é negociada por volta de US$ 265, segundo o CoinMarketCap.

Na semana, a valorização da LTC chega a 29%, porcentagem que sobe para 45% no período mensal. Os ganhos acumulados da litecoin no ano, no entanto, fica em torno de 110%, um dos mais baixos entre as criptomoedas que lideram o setor.

O ativo também está com uma distância grande da sua máxima histórica de maio, quando atingiu US$ 412. Para voltar a se aproximar do recorde, a litecoin precisa valorizar mais 35%.

Embora a recente alta parece ter sido impulsionada pelo bom desempenho de criptoativos maiores, a LTC surpreende ao ser uma dos poucas moedas que continua no verde enquanto o resto do mercado enfrenta uma correção.

Publicidade

Altcoins menos populares no setor, registram ganhos ainda maiores nesta manhã. Katena (KDA), uma criptomoeda criada por ex-executivos do JP Morgan, está em alta de 19%, valendo agora US$ 20. Já os ganhos do Loopring (LRC) ultrapassam 50% no dia e levam o token a um novo recorde de preço de US$ 3,30.

Bitcoin em queda

O Bitcoin está enfrentando uma queda de 1,9% nas últimas 24 horas após ter batido um novo recorde de preço de US$ 68.530 na última terça (9). 

Além da máxima histórica também registrada no real — o BTC superou os R$ 380 mil nas corretoras brasileiras ontem —, outra notícia que animou o setor foi a revelação de que Tim Cook, o CEO da Apple, investe em criptomoedas

No entanto, após a disparada de preço vista no início da semana, é esperado que a criptomoeda líder do setor recue na tentativa de consolidar seus ganhos. Nesta manhã, a cotação do bitcoin está em torno de US$ 66.860. Em reais, o ativo é negociado por R$ 370 mil, segundo o Índice do Portal do Bitcoin.

Publicidade

O Ethereum (ETH), que também renovou sua máxima histórica ontem, é outra moeda que opera em queda de 1,3% no dia, valendo US$ 4.740. Seguindo o exemplo dos ativos maiores, a Cardano (-1,3%), Solana (-2%), XRP (-2,4%) e Polkadot (-1,6%) também recuam nesta quarta-feira.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

“Alcançamos nosso objetivo e agora, de acordo com o planejado, é hora de nos aposentarmos”, disseram os desenvolvedores do drenador de carteiras cripto
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões
Imagem da matéria: BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

Blockchain deve chegar com casos de uso: diploma digital pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e uma cadeia de custódia de provas
Números e letrs douradas sob um placa formam símolo do Real brasileiro

5 vantagens da tokenização de ativos do mundo real (RWA) | Opinião

Para o autor, a custódia de RWA tokenzados é um elemento crucial para a democratização do acesso aos investimentos