Imagem da matéria: Justiça manda prender diretores da Avestruz Master, pirâmide que causou prejuízo de R$ 1 bilhão
Foto: Shutterstock

A polícia de Goiânia (GO) prendeu os ex-diretores da Avestruz Master, uma pirâmide financeira que entre 2003 e 2005 lesou cerca de 50 mil pessoas em todo o Brasil. Segundo o Ministério Público Federal, o prejuízo é superior a R$ 1 bilhão.

As prisões começaram a ser executadas na semana passada por determinação do juiz federal Rafael Ângelo Slomp. Segundo o G1, o grupo vinha ganhando tempo com recursos da defesa desde a ocasião da condenação em primeira instância, que foi em 2010. Eles foram condenados por “crime contra o Sistema Financeiro Nacional”.

Publicidade

Os presos são os ex-diretores da empresa, Patrícia Áurea da Silva Maciel, e seu marido Emerson Ramos Correa, detidos na segunda-feira (16), na Bahia, e o ex-diretor comercial, Jerson Maciel da Silva Júnior, preso em Goiânia no dia 13 de setembro. A determinação partiu da Justiça Federal daquela jurisdição.

Pirâmide da avestruz master

Na época, a pirâmide teve forte atuação no mercado de capitais sob a promessa de lucros em curto prazo.

De acordo com a reportagem, o negócio, que era de investimento na criação de avestruzes, se encerrou deixando milhares de investidores sem receber. Só em Goiás, cerca de 30 mil investidores ficaram no prejuízo.

De acordo com o G1, a avestruz master prometia vender os filhotes das aves, abatê-los quando estivessem adultos e comercializar a carne depois. A promessa era de que o negócios daria altos lucros, fora os 10% ao mês até o abate.

A queda do negócio começou em 2005. Conforme a reportagem, uma investigação apontou várias irregularidades e, dentre elas, a venda de aves que não existiam — “emissão de títulos de investimento fraudulentos”, descreveu a reportagem.

Publicidade

Após a denúncia, a empresa foi fechada e ninguém recebeu mais nada. No ano seguinte, a Justiça decretou a falência do grupo.

As condenações

O processo corre na 11ª Vara da Justiça Federal de Goiânia. A princípio, as penas somadas dos três ex-diretores perfazia mais de 38 anos de prisão.

Após recursos, Patrícia e Jerson vão cumprir 6 anos de prisão e 120 dias-multa; Emerson 5 anos e 36 dias-multa.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos de criptomoedas do Brasil captam mais R$ 50 milhões na semana

Fundos cripto brasileiros ficam pela segunda semana consecutiva atrás apenas dos EUA em captação
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional
Homem aponta controle para TV que emerge imagens em 3D

‘TV 3.0’ que chegará ao Brasil em 2025 vai precisar de internet ou conversor? Entenda

Novo sistema de transmissão para TVs promete enviar som e imagem com qualidades maiores, além de maior interatividade com o espectador
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat