martelo de juiz com logo da binance no fundo
Shutterstock

A Justiça dos Estados Unidos decidiu na sexta-feira (28) que grande parte do processo da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) contra a Binance pode prosseguir. A autoridade regulatória alega na ação judicial que a maior corretora de criptomoedas vendeu produtos e serviços sem autorização.  As informações são do portal CoinDesk.

Outro ponto importante  é que o fundador da empresa, Changpeng “CZ” Zhao, foi declarado como passível de ser considerado culpado pelas atividades irregulares, devido ao amplo controle que tinha como CEO. O empresário atualmente está preso, cumprindo pena de 4 meses, em um processo penal sem relação com a ação civil proposta pela SEC. 

Publicidade

Por outro lado, a Binance conseguiu algumas vitórias na decisão da juíza Amy Berman Jackson, da Corte do Distrito de Columbia: a magistrada acolheu o argumento de que a venda da stablecoin BUSD, o mercado secundário da BNB e o programa da corretora chamado Simple Earn não possuíam irregularidades. 

Em sua decisão, a juíza Jackson fez uma análise do debate sobre criptomoedas enquadradas como valores mobiliários: “A Corte observa que vários dos tribunais distritais apresentados com ações de execução da SEC envolvendo criptomoedas se esforçaram para diferenciar os supostos contratos de investimento dos próprios tokens. A Corte considera essas observações esclarecedoras e persuasivas, pois a diferenciação é consistente com as primeiras declarações da Suprema Corte sobre o significado do termo ‘contrato de investimento’ enterrado na longa lista que compõe a definição de ‘valores mobiliários'”.

SEC contra a Binance

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) processou em janeiro de 2023 a Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo. No total, a Binance e seu criador, Changpeng “CZ” Zhao, são acusados de terem cometido 13 infrações diferentes.

Conforme relatado pela Bloomberg, a gigante dos ativos digitais e seu CEO violaram as regras de valores mobiliários dos EUA. A SEC entrou com o caso no tribunal federal do Distrito de Columbia.

Publicidade

Em comunicado oficial, o órgão explicou a razão de estar processando a corretora e seu CEO:

“Enquanto Zhao e Binance alegaram publicamente que os clientes dos EUA foram impedidos de realizar transações na Binance.com, Zhao e Binance, na realidade, subverteram seus próprios controles para permitir secretamente que clientes americanos de alto valor continuassem negociando na plataforma Binance.com”.

Além disso, a SEC argumenta que embora fosse dito publicamente que a Binance.US era uma plataforma de negociação separada e independente para investidores americanos, CZ e a Binance global “controlava secretamente as operações da plataforma Binance.US nos bastidores”.

  • Quer ter a chance de ganhar 1 ethereum (ETH)? Abra sua conta grátis no Mercado Bitcoin e comece a negociar o quanto antes
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-executivos da FTX receberão sentença até novembro

Ex-executivos da FTX receberão sentença até novembro

O diretor de engenharia, Nishad Singh, receberá a pena no dia 30 de outubro, e o CTO, Gary Wang, no dia 20 de novembro
Imagem da matéria: Anbima anuncia novas regras para fundos de criptomoedas

Anbima anuncia novas regras para fundos de criptomoedas

Pelas novas regras da Anbima, gestores terão de descrever os controles de gestão das criptomoedas e apresentar a metodologia de precificação dos ativos
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira