Goldman Sachs não descarta uma criptomoeda: “É a direção que o sistema irá”, diz CEO



Um dos maiores bancos do mundo, Goldman Sachs, não descarta a possibilidade de criar uma stablecoin, conforme comentários do CEO da instituição, David Solomon.

O diretor executivo foi entrevistado pelo jornal francês Les Echos para falar sobre o mercado financeiro global e respondeu algumas perguntas sobre a criptoeconomia.

Embora o banco americano não faça parte do projeto da criptomoeda Libra, do Facebook, a instituição acompanha de perto os desenvolvimentos que envolvem a tecnologia blockchain.

Na entrevista, Solomon disse que a ideia do Goldman Sachs fazer o mesmo que o gigante banco de investimento multinacional JPMorgan fez com a JPM Coin é absolutamente provável — a JPM Coin é similar a uma stablecoin e foi criada em fevereiro deste ano.

Para isso, disse Solomon, a equipe do banco tem realizado “extensas pesquisas” sobre tokenização e stablecoins.

“Suponha que todas as principais instituições financeiras em todo o mundo estão olhando para o potencial de tokenização, stablecoins e soluções de pagamento sem atrito”, disse.

O executivo não quis comentar se havia a possibilidade do banco aderir à Libra do Facebook. Ele disse que não poderia explanar sobre quaisquer discussões que eles poderiam ter com seus clientes.



Contudo, ele deu a dica: “Acho o princípio interessante. É a direção que o sistema irá”.

Questionado se ele próprio poderia desempenhar um papel no atual momento disruptivo, ele respondeu: “Absolutamente! Muitas pessoas estão olhando nessa direção”.

Goldman Sachs não se vê ameaçado

Quando o assunto foi a possibilidade de a criptoeconomia ‘engolir’ os bancos, Solomon defendeu as tradicionais instituições:

“Eu não acho que os bancos vão desaparecer por causa disso. Evidentemente, eles terão que evoluir, porque os negócios ligados aos fluxos de pagamento se tornarão menos lucrativos. Mas há muitas outras razões pelas quais os bancos devem permanecer inovadores, caso contrário, eles desaparecerão”.

Regulamentação

Sobre a regulação do mercado de criptomoedas, Solomon disse que ainda é cedo para saber o que vai acontecer. Entretanto, ele acredita que uma mudança certamente está chegando.

“Eu acho que os reguladores de todo o mundo estão observando o que está acontecendo e estão muito atentos aos fluxos de pagamento”, disse.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br