Goldman Sachs diz que o dólar pode perder o status de reserva de valor

O banco de investimento acredita que o ouro é mais seguro do que o dólar americano no momento.

Como investir em dólar
(Foto: Shutterstock)


Os estrategistas do Goldman Sachs alertaram hoje que os dias de confiança do dólar americano podem estar chegando ao fim.

Segundo a Bloomberg, os analistas disseram em nota aos investidores que a posição do dólar como moeda de reserva mundial está ameaçada.

O dólar caiu em valor recentemente devido aos temores de uma segunda onda na pandemia do coronavírus no país. A nação com 330 milhões de habitantes tem a maior quantidade de casos confirmados no mundo – 4,3 milhões, de acordo com Johns Hopkins, e vem acumulando mais de 1.000 mortes diariamente.

Ao mesmo tempo, o Fed imprimiu grande quantidade de dinheiro e houve uma guerra comercial com a China, tumultos generalizados e uma eleição futura pela frente. O Goldman Sachs certamente tem suas razões.

“Combinado com um nível recorde de acumulação de dívida pelo governo dos EUA, começaram a surgir preocupações reais sobre a longevidade do dólar como moeda de reserva”, disseram os estrategistas do Goldman Sachs.

Do outro lado, o ouro é a “moeda de último recurso” que atingiu novos recordes recentemente após um aumento de preço na semana passada.

Sobre o ouro, eles dizem confiar, “particularmente em um ambiente como o atual, onde os governos estão degradando suas moedas fiduciárias e levando as taxas de juros reais a mínimas históricas”.



*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co