Imagem da matéria: George Soros: "Presidente da China, Xi Jinping, é o maior inimigo das sociedades abertas"
Presidente da China, Xi Jinping (Foto: Shutterstock)

O megainvestidor George Soros classificou o presidente da China, Xi Jinping, como a maior ameaça às sociedades abertas em todo o mundo.

A mensagem foi proferida no Twitter com um link para um artigo assinado por ele publicado pelo jornal The Wall Street Journal.

Publicidade

Soros diz que, na busca pelo poder, Xi Jinping transformou os que estão abaixo dele em “faladores de sim”. Isto é: obedecem o líder sem qualquer tipo de questionamento.

No texto, ele contrapõe o modelo americano, que protege a liberdade individual, e o perseguido pelo atual governante chinês.

“O senhor Xi acredita que Mao Tsé Tung inventou um tipo superior de organização, do qual ele é um seguidor: uma forma totalitária de sociedade fechada no qual o indivíduo é subordinado ao partido único do Estado”, escreveu o empresário.

Soros e Xi Jinping

Soros também acredita que a pressão chinesa pela posse de Taiwan vem deteriorando as relações com os Estados Unidos, o que pode levar a uma guerra.

Em outro ponto, o artigo aponta que há um problema para Xi em 2022: o mandatário chinês tentará quebrar os sistema de sucessão de poder no país para se manter no comando pelo resto da vida.

Publicidade

“Ele sabe que o plano para se manter no poder tem muitos inimigos e ele quer ter certeza que eles não terão capacidade de resistência”, disse.

Não é a primeira vez que o mega investidor manda este tipo de recado. Em 2019, em um discurso no Fórum de Davos, Soros fez o mesmo alerta sobre o crescente poder pessoal de Xi Jinping.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira
Moedas de bitcoin sob bandeira da Argentina

Argentina sanciona lei que permite aumento de capital de empresas com criptomoedas

Javier Milei também nomeou um especialista em blockchain para liderar Agência Federal de Segurança Cibernética
Joe Biden posa para foto

Biden vira sobre Kamala: mercados de criptomoedas esperam que o presidente seja indicado

Apostadores de criptomoedas no popular mercado de previsões Polymarket novamente favorecem Joe Biden como candidato dos democratas
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil