Sam Bankman-Fried, fundador e CEO da corretora de criptomoedas FTX
Sam Bankman-Fried, fundador e ex-CEO da corretora de criptomoedas FTX (Foto: Reprodução/YouTube)

O criador da falida corretora de criptomoedas FTX, o agora ex-bilionário Sam Bankman-Fried (SBF), manteve uma rota secreta – um backdoor, no termo em inglês – nos sistemas da exchange para poder mexer nos registros financeiros e movimentar fundos sem alertar outras pessoas, incluindo os demais executivos da FTX e autoridades da área de compliance (fiscalização).

Uma parte do dinheiro movimentado neste canal secreto, que inclui recursos de clientes da quebrada corretora, estaria desaparecido, o que pode ser um indício de corrupção na gestão de fundos do grupo. Reguladores do governo americano já anunciaram investigações sobre a companhia antes mesmo da revelação do sistema.

Publicidade

A informação é de reportagem publicada neste sábado (12) pela agência de notícias Reuters, que cita duas pessoas com conhecimento do assunto.

Leia também: Mais de de R$ 3 bilhões são drenados da FTX; indícios apontam para ataque de hacker

A rota secreta de Sam Bankman-Fried teria sido criada com ajuda de um software customizado. Sua arquitetura seria tal que nem mesmo auditores externos seriam notificados de mudanças nos registros da FTX.

Segundo a Reuters, o empresário teria usado essa rota mais cedo nesta semana, no início da crise que derrubou a FTX, para transmitir cerca de US$ 10 bilhões – incluindo dinheiro de clientes – da FTX para o braço de investimento Alameda Research, para tentar estancar o sangramento que afetava a companhia. Por meio desse canal secreto, nenhum alerta foi emitado sobre a transferência.

No entanto, pelo menos US$ 1 bilhão dessa transferência estariam desaparecidos – uma das fontes da matéria chega a falar que o valor não contabilizado chagaria a US$ 2 bilhões.

Publicidade

Sam Bankman-Fried – que renunciou na sexta-feira ao cargo de CEO do grupo FTX após a empresa ter pedido recuperação judicial nos EUA – negou à Reuters a existência da rota secreta.

Ele também disse discordar da forma como a transferência de US$ 10 bilhões estava sendo mostrada. Segundo ele, não houve movimentação secreta e sim “uma caracterização confusa de uma transferência”. Perguntado sobre o dinheiro desaparecido, ele se limitou a enviar à reportagem o sinal “???”.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
farao do bitcoin glaidson

Justiça do Rio inicia julgamento da GAS Consultoria na próxima semana

Na próxima quarta-feira, a 1ª Vara Criminal Especializada de Combate ao Crime Organizado do Rio de Janeiro irá ouvir testemunhas
Imagem da matéria: Jogador que traiu Iza perdeu R$ 50 mil na pirâmide Braiscompany

Jogador que traiu Iza perdeu R$ 50 mil na pirâmide Braiscompany

Yuri Lima entrou na Justiça alegando ter aplicado R$ 50 mil na Braiscompany, pirâmide financeira que ruiu em dezembro de 2022
pilha de moedas douradas XRP Ripple

XRP valoriza mais de 40% na semana; entenda os motivos

Enquanto alguns especialistas acreditam que a alta do XRP agora dará uma pausa, traders apostam no potencial de mais ganhos nas próximas semanas
Imagem da matéria: Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Catizen: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

Um airdrop está chegando ao Catizen em breve, e é assim que você pode maximizar seu potencial de ganhos — e talvez salvar alguns gatos da vida real no processo