Imagem da matéria: FTX quer recuperar cerca de US$ 3,9 bilhões da Genesis: "Negócio fraudulento"
Foto: Shutterstock

Em outra reviravolta notável no processo de recuperação judicial da FTX, a exchange agora está tentando recuperar cerca de US$ 3,9 bilhões da Genesis Global Capital (GGC).

Em um pedido feito no dia 3 de maio, a FTX disse que pretende iniciar um processo adversário contra a GGC “para recuperar fundos recebidos pela Genesis e afiliadas não devedoras para que esses fundos possam ser compartilhados com todos os outros credores dos devedores da FTX nos casos da recuperação judicial da FTX.”

Publicidade

De acordo com a empresa, “esses credores incluem vários milhões de clientes que precisam receber mais de US$ 11 bilhões no momento da apresentação dos casos da recuperação judicial da FTX.”

O documento também chamou a Genesis de “um dos principais fundos de alimentação” para a FTX e sua empresa irmã Alameda Research e disse que a Genesis recebeu transferências evitáveis dos devedores da FTX, totalizando quase US$ 3,9 bilhões.

É possível ler no documento que “A Genesis foi um dos principais fundos de alimentação da FTX e fundamental para o seu modelo de negócio fraudulento”. “Em um ponto em 2021, a GGC tinha mais de US$ 8 bilhões em empréstimos pendentes ao devedor da FTX, Alameda Research Ltd.”

O documento afirmou ainda que “o modelo de negócios da GGC era reunir criptomoedas de vários credores, passar esses empréstimos para a Alameda e outros mutuários e receber um lucro na forma de uma margem líquida de juros.”

Publicidade

“Como parte de seus acordos comerciais com os devedores FTX, a GGC e a GGC International mantiveram contas de clientes no FTX.com e a GGC forneceu bilhões de dólares em empréstimos de criptomoeda à Alameda”, acrescentou o documento.

A Genesis é uma subsidiária do Digital Currency Group de Barry Silbert. Seu negócio de empréstimos, Genesis Global Holdco, e duas de suas subsidiárias de empréstimos entraram com o pedido de recuperação judicial em janeiro deste ano.

Nem a FTX nem a Genesis responderam imediatamente aos pedidos de observações do Decrypt.

Detalhando as alegações da FTX

De acordo com o pedido de quarta-feira, que a FTX disse “se basear em informações atualmente disponíveis”, a Alameda reembolsou aproximadamente US$ 1,8 bilhão em empréstimos à Genesis, ao mesmo tempo em que prometeu US$ 273 milhões à Genesis nos 90 dias anteriores ao pedido de recuperação judicial da FTX.

Além disso, o processo alega que, no mesmo período, a Genesis retirou outros US$ 1,6 bilhão da FTX, enquanto sua empresa afiliada Genesis Global Capital International retirou outros US$ 213 milhões.

Publicidade

De acordo com a FTX, a resolução das reivindicações de clawback dependerá em parte da “determinação de questões centrais”, como “a avaliação de garantias e do token FTT proprietário, bem como práticas de pagamento em exchanges internacionais de varejo de criptomoedas.”

A FTX entrou com o pedido de recuperação judicial em novembro de 2022, juntamente com seu braço americano FTX US, Alameda Research e mais de 100 empresas afiliadas.

O colapso da outrora popular exchange de derivativos de criptomoedas veio na sequência de uma liquidação de seu token FTT e de uma crise de liquidez que sugeria que a FTX não detinha reservas individuais para apoiar os ativos dos clientes.

O atual CEO da FTX, John Ray III, que lidera a empresa durante o processo de recuperação judicial, no mês passado revelou que o processo de recuperação de fundos tem sido bastante difícil.

“Foi preciso um grande esforço para chegar até aqui. Os ativos da exchange foram altamente misturados, e seus livros e registros estão incompletos e, em muitos casos, totalmente ausentes”, disse ele depois que a FTX publicou a quarta de uma série de atualizações financeiras intermediárias.

Publicidade

“Por estas razões, é importante salientar que esta informação ainda é preliminar e está sujeita a alterações”, acrescentou John Ray III.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin promove Amigo Secreto MB, ação inédita com influenciadores digitais financeiros

Mercado Bitcoin promove Amigo Secreto MB, ação inédita com influenciadores digitais financeiros

Campanha de fim de ano também contará com lançamento de produtos de Renda Fixa Digital para diversificação de investimentos
Smartphone mostra logotipo da Receita Federal; ao fundo, um leão

Contadora pioneira do mercado de criptomoedas vai revelar segredos da profissão em série de eventos

Objetivo é  proporcionar a contadores e profissionais da área insights exclusivos que transcendem relatórios tradicionais
Moeda de dogeoin

Endereços de Dogecoin superam 5 milhões pela primeira vez, mas concentração de tokens preocupa

O número de transações confirmadas na blockchain também saltou para o maior volume desde junho
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 41 mil e atinge maior cotação desde colapso do Terra

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) supera US$ 41 mil e atinge maior cotação desde colapso do Terra

Mercado de criptomoedas vai na contramão dos índices futuros dos EUA, em um rali puxado pela expectativa de maior demanda por ativos digitais