Imagem da matéria: Facebook compra startup de Blockchain especializada em contratos inteligentes, diz site
Facebook faz primeira aquisição no criptomercado (Foto: Shutterstock)

O setor de criptomoedas e blockchain do Facebook fez sua primeira aquisição. Segundo informações da Cheddar, a gigante integrou silenciosamente a maior parte da equipe de pesquisa da Chainspace, uma startup de blockchain especializada em desenvolvimento de contratos inteligentes e fundada por pesquisadores da University College London.

O site da Chainspace descreve seu projeto como “uma plataforma de contratos inteligentes em escala planetária” que usa uma “rede distribuída de blockchains para escalabilidade, velocidade e privacidade”.

Publicidade

Um banner no topo do site diz:

“Estamos felizes em anunciar que a equipe está mudando para algo novo. O código e a documentação da Chainspace ainda serão de código aberto, e todo o trabalho acadêmico publicado anteriormente permanece disponível.”

De acordo com a Cheddar, quatro dos cinco pesquisadores que estão por trás do whitepaper acadêmico da Chainspace estão se juntando ao time de blockchain do Facebook. Dois dos autores do whitepaper, Alberto Sonnino e George Danezis, já listam seu emprego como pesquisadores de blockchain no escritório de Londres do Facebook no LinkedIn.

Um porta-voz do Facebook confirmou que ex-funcionários da Chainspace estão trabalhando em sua divisão de blockchain:

“Como muitas outras empresas, o Facebook está explorando maneiras de alavancar o poder da tecnologia blockchain. Esta nova pequena equipe está explorando muitas aplicações diferentes. Não temos mais nada para compartilhar.”

De acordo com a Cheddar, o Facebook estava mais interessado na equipe de pesquisa da Chainspace do que na tecnologia da empresa, e o porta-voz da empresa negou ter adquirido a tecnologia da Chainspace.

Publicidade

Facebook, WhatsApp e o criptomercado

Em dezembro de 2018, a Bloomberg afirmou que o Facebook estaria desenvolvendo uma criptomoeda para ser usada dentro do Whatsapp, com foco no mercado indiano.

Os repórteres que assinaram a reportagem citaram fontes anônimas, mas ligadas ao projeto. Todas pediram para não serem identificados. A ideia, explicam, é desenvolver uma stablecoin que seja pareada com o dólar americano.

Ainda assim, o Facebook estaria longe de lançar a criptomoeda, porque ainda estaria trabalhando na estratégia de execução, o que engloba a custódia dos ativos e da moeda que seria usada para proteger o valor da stablecoin.

Na época, o porta-voz da empresa declarou à reportagem que o Facebook estava explorando maneiras de alavancar o poder da tecnologia blockchain.


Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira
Moedas de bitcoin sob bandeira da Argentina

Argentina sanciona lei que permite aumento de capital de empresas com criptomoedas

Javier Milei também nomeou um especialista em blockchain para liderar Agência Federal de Segurança Cibernética
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil