Imagem da matéria: Ethereum em staking alcança 27% do suprimento com o início das negociações de ETF se aproximando
Imagem criada por Decrypt com uso de IA

À medida que o mercado de criptomoedas aguarda ansiosamente o potencial lançamento dos ETFs de Ethereum à vista nos EUA, um surpreendente total de 32,6 milhões de ETH — mais de 27% do fornecimento total — está sendo usado para assegurar a rede de prova de participação do Ethereum, de acordo com os dados mais recentes da Coinbase.

Este marco destaca o crescente entusiasmo pelo staking de Ethereum, mesmo enquanto o ecossistema lida com as implicações dos aguardados ETFs de Ethereum. Os novos fundos negociados em bolsa, ao contrário de seu ativo subjacente, não poderão fazer staking de suas participações devido a restrições regulatórias.

Publicidade

O aumento de ETH em staking tem sido constante, com uma breve desaceleração após a atualização de Xangai na primavera de 2023. No momento em que este texto foi escrito, o Ethereum está sendo negociado um pouco abaixo de US$ 3 mil, com uma queda de 14% na última semana em meio à volatilidade geral do mercado.

O processo de aprovação da SEC para os ETFs de Ethereum tem sido mais lento do que o inicialmente esperado. O analista de ETF da Bloomberg, James Seyffart, observou no Twitter (também conhecido como X): “Estamos pensando que esses produtos podem ser listados potencialmente na próxima semana ou na semana do dia 15 neste ponto.”

Isso ocorre após a Bitwise ter apresentado um formulário S-1 emendado antes do prazo de 8 de julho, indicando potencialmente que os produtos estão quase prontos para lançamento. A VanEck então apresentou seu próprio formulário S-1 emendado na segunda-feira.

Evan Van Ness, um pesquisador proeminente de Ethereum, ofereceu insights sobre a situação do staking. “Definitivamente, não precisamos de tanto ETH em staking, considerando que a prova de participação do Ethereum tem muitas vezes mais segurança econômica do que a prova de trabalho,” disse ele ao Decrypt.

Publicidade

Ele também alertou sobre os riscos de centralização: “Se seu pool de staking estiver executando um cliente majoritário ou operando na nuvem, você está colocando seu ETH em risco.”

A incapacidade dos ETFs de fazer staking gerou abordagens inovadoras dos jogadores tradicionais do setor financeiro. A Franklin Templeton, que gerencia $1,6 trilhão em ativos, está planejando lançar um fundo focado em altcoins e recompensas de staking, segundo fontes não identificadas com conhecimento da empresa informaram ao The Information.

Enquanto isso, a Purpose Investments, com sede em Toronto, já possui um fundo de Ethereum que permite fazer staking do ETH subjacente.

“Sempre estivemos entusiasmados com o Ethereum e com o que a tecnologia e o ecossistema representam,” disse ele em um comunicado à imprensa. “Inicialmente, uma estrutura corporativa era a melhor opção; agora acreditamos que um ETF é a mais eficiente.”

Publicidade

A enxurrada de atividades em torno do staking de Ethereum e dos ETFs levanta questões sobre o futuro do ecossistema também. À medida que mais jogadores institucionais entram nas águas do staking e a porcentagem de ETH em staking aumenta, a comunidade Ethereum estará observando de perto para ver como esses desenvolvimentos impactam a segurança da rede, a descentralização e a saúde geral.

Danny Ryan, um pesquisador da Fundação Ethereum, compartilhou seus pensamentos sobre a economia do staking na EthStaker Staking Gathering no ano passado. “O staking no Ethereum é influenciado por curvas de recompensa e incentivos econômicos gerais embutidos no protocolo,” disse ele. “O objetivo é criar um sistema sustentável e seguro que incentive a participação e mantenha a integridade da rede.”

A recente queda no mercado, atribuída a fatores como os reembolsos iminentes de Mt. Gox e preocupações macroeconômicas, fez com que o Bitcoin caísse abaixo de $55.000 novamente no domingo, após quase tocar $54.000 na sexta-feira—o menor nível desde o final de fevereiro. Esta volatilidade destaca a complexa interação entre tendências de staking, antecipação de ETFs e forças de mercado mais amplas.

Por enquanto, o marco de 27% de staking serve como um testemunho da crescente convicção entre os detentores de ETH de que o staking é o futuro. Se esse futuro incluirá ETFs diretamente, ou se será moldado por uma nova geração de fundos e empresas focados em staking, ainda não está claro. À medida que o mundo das criptomoedas aguarda a decisão final da SEC, o palco está montado para um momento potencialmente transformador na história do Ethereum.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Análise de parte dos documentos vazados confirmou que informações pessoais de clientes da Nomad foram expostas
Chuva de criptomoedas

As 3 criptomoedas que superaram o Bitcoin no 2º trimestre

Euforia das memecoins, um ativo vinculado ao Telegram e um token que busca resolver o trilema da blockchain foram os maiores vencedores do 2º trimestre
Sunny Pires

Surfista brasileiro patrocinado por comunidade Web3 lança documentário no Woohoo

Patrocinado pela comunidade Web3 Nouns, Sunny desbravou o vulcão Cerro Negro, um dos mais ativos da Nicarágua
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin salta 25% na semana e é a criptomoeda com melhor desempenho no top 100

Apesar dos ganhos recentes de 25%, a volatilidade ainda dita o tom do Notcoin (NOT)