Imagem da matéria: Drake perde R$ 1,6 milhão em Bitcoin apostando contra Argentina e é zoado por seleção: “Not Like Us”
(Imagem: Reprodução/X)

O famoso rapper Drake continua fazendo apostas esportivas de alto valor, e agora completou uma sequência de três perdas recentes de Bitcoin em confrontos esportivos. Mas, desta vez, a equipe de futebol nacional da Argentina, contra a qual ele apostou, resolveu aproveitar a aposta que deu errado para fazer uma provocação.

Drake apostou US$ 300 mil (R$ 1,6 milhão) em Bitcoin por meio da plataforma de apostas em criptomoedas Stake — da qual ele é um importante embaixador — que sua própria seleção canadense derrotaria a Argentina na semifinal da Copa América na terça-feira (9). Foi uma aposta arriscada contra os atuais campeões, e Drake teria lucrado muito se o Canadá ganhasse, com um pagamento potencial de US$ 2,88 milhões.

Publicidade

No entanto, não deu certo. A Argentina venceu a equipe canadense por 2 a 0 com um gol de Lionel Messi, levando os campeões à final no domingo e eliminando a equipe de Drake.

Leia também: Messi e Ronaldinho promovem memecoin desconhecida e preço decola 194%

Agora, Drake perdeu US$ 300 mil em Bitcoin, além do valor combinado de US$ 1 milhão em Bitcoin que ele já havia perdido nas finais da NBA e da Copa Stanley da NHL em junho.

É claro que isso tudo é uma gota d’água na fortuna do artista bem-sucedido, que mais uma vez está sendo pago pela Stake para promover a plataforma e compartilhar essas apostas — mas, mesmo assim, é uma sequência difícil de encarar.

Drake compartilhou a aposta por meio de um story no Instagram, que a Stake pegou e ampliou ainda mais compartilhando o post em sua conta no X no início desta semana.

Publicidade

Not Like Us

A equipe de redes sociais da Argentina deve ter visto, pois após a partida, a equipe postou uma foto no X com a frase “Not Like Us”, bem como o texto que acompanhava: “Not like us, not with us”.

“Not Like Us” é uma referência a uma diss track (“diss” de disrespect no inglês, ou música de desrespeito) lançada recentemente por Kendrick Lamar como parte de uma disputa de alto nível entre os rappers, e faz uma série de afirmações brutais contra Drake. O single número um também foi amplamente considerado a música vencedora na batalha de diss tracks, e repercutiu em meio aos “grupos anti-Drake”.

Drake não comentou publicamente sobre o aparente ataque da equipe nacional da Argentina.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Investidores apostam mais de R$ 1 bilhão no resultado das eleições dos EUA na Polymarket

Investidores apostam mais de R$ 1 bilhão no resultado das eleições dos EUA na Polymarket

Segundo analistas da Bernstein, a Polymarket é um exemplo de como a tecnologia blockchain está trazendo maior transparência e eficiência aos mercados de apostas políticas
Imagem da matéria: Pode a diferença de preço do Bitcoin entre Coinbase e Binance prever movimentos de mercado? | Opinião

Pode a diferença de preço do Bitcoin entre Coinbase e Binance prever movimentos de mercado? | Opinião

Marina Perelló explica de que modo o Coinbase Premium Index pode ser um indicativo para a previsão dos movimentos futuros do Bitcoin
Ilustração de moeda NOT dourada com logotipo do jogo Notcoin do Telegram

Notcoin salta 25% na semana e é a criptomoeda com melhor desempenho no top 100

Apesar dos ganhos recentes de 25%, a volatilidade ainda dita o tom do Notcoin (NOT)
Imagem da matéria: Binance.US diz estar "ansiosa" para se defender na Justiça contra a SEC

Binance.US diz estar “ansiosa” para se defender na Justiça contra a SEC

A Binance.US disse na segunda-feira que está pronta para se defender depois que um tribunal permitiu que o processo da SEC contra a exchange cripto prosseguisse