Mão segurando uma moeda dourada de Bitcoin (BTC) em frente à bandeira da Colômbia
Shutterstock

O município de Usiacurí, na Colômbia, tem novidades para seus turistas entusiastas das criptomoedas. Inspirada na adoção do Bitcoin em El Salvador, desde a última sexta-feira (21), a prefeitura vem estimulando o comércio local a aceitar criptomoedas como Bitcoin (BTC) e Tether (USDT).

A iniciativa tem sido promovida em meio ao compromisso sustentável do município que vem chamando atenção de turistas estrangeiros, diz uma publicação do El Tiempo, que afirma que Usiacuri silenciosamente se tornou o primeiro município da Colômbia a adotar criptomoedas. 

Publicidade

Com cerca de 10 mil habitantes, a cidade é conhecida por sua tradição artesanal e rico patrimônio cultural. “É ideal para os estrangeiros comprarem artesanatos ou adquirirem o seu alojamento sem terem de converter a moeda”, disse Tito Crissien, um dos promotores do projeto, sobre as vantagens de se usar cripto. 

Crissien, que é diretor da CienTech e conselheiro da Universidad de la Costa (CUC), segundo o El Tiempo, acredita que a iniciativa surge da necessidade de adaptação às exigências de um mundo cada vez mais globalizado e digital.

“Vimos que chegava um turista estrangeiro que vinha com criptomoedas. Então, junto com a Universidade CUC, tivemos a oportunidade de conhecer o projeto”, disse o prefeito de Usiacurí, Julio Mario Calderón.

O Portal do Bitcoin não encontrou nenhuma publicação oficial sobre o assunto, mas veículos de informação como Infobae sugerem ser uma espécie de projeto-piloto.

Publicidade

Comerciantes aprendem a lidar com criptomoedas

De acordo com o El Tiempo, mais de 60 artesãos já aprenderam como aceitar criptomoedas como meio de pagamentos com a ajuda de especialistas da CUC e da Câmara Municipal. 

Os artesãos e comerciantes escaneiam um código QR para realizar transações, ato que desmistifica o medo da tecnologia e se integra ao cotidiano de Usiacurí. Hotéis, restaurantes e agências de guias turísticos esperam ver um aumento nas vendas, diz o site.

O próximo alvo pode ser a cidade de Puerto Colômbia, segundo Crissien, conforme o projeto-piloto Usiacuri for avançando. A expectativa é que o projeto chegue ao município até 2025. “Iniciamos o piloto com Usiacurí e sabemos que pode ser replicado em municípios maiores”, concluiu.

Adoção de criptomoedas na Colômbia

A Colômbia é um dos países da América Latina que mais avançam na adoção de criptomoedas, perdendo nesse quesito a pena para o Brasil e a Argentina.

Publicidade

De acordo com a Chainalysis, comenta o assunto o site Infobae, na Colômbia parece haver confiança na infraestrutura, embora ainda haja um pouco de incerteza devido às atuais condições políticas e sociais.

  • Quer ter a chance de ganhar 1 ethereum (ETH)? Abra sua conta grátis no Mercado Bitcoin e comece a negociar o quanto antes.
VOCÊ PODE GOSTAR
Carteira de couro aberta mostra várias criptomoedas físicas

As 9 criptomoedas que podem disparar em julho

Analistas ouvidos pelo Portal do Bitcoin indicam quais criptomoedas têm potencial de alta para o mês de julho
Imagem da matéria: Circle é a primeira emissora de stablecoins a obter licença do MiCA na Europa

Circle é a primeira emissora de stablecoins a obter licença do MiCA na Europa

A Circle se tornou a primeira emissora global de stablecoin a se tornar compatível com o MiCA
Imagem da matéria: 7 altcoins que estão superando a recuperação do mercado de criptomoedas

7 altcoins que estão superando a recuperação do mercado de criptomoedas

A temporada das altcoins está começando? Embora as criptomoedas de primeira linha estejam de lado, algumas altcoins registram ganhos impressionantes de até 11% hoje
Imagem da matéria: Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia

Análise de parte dos documentos vazados confirmou que informações pessoais de clientes da Nomad foram expostas