Imagem da matéria: Clientes da Nomad têm dados pessoais vazados por hackers da Rússia
Will Smith é o garoto propaganda da Nomad (Foto: Divulgação)

Os clientes da fintech brasileira Nomad tiveram dados expostos devido a um ataque hacker direcionado ao banco Evolve Bank & Trust, que era prestador de serviços da Nomad. O caso foi confirmado pela assessoria de imprensa da empresa ao Portal do Bitcoin

Questionada sobre os vazamentos de dados de clientes, a Nomad enviou uma breve nota: “Lamentamos muito o ataque cibernético sofrido pelo Evolve Bank & Trust, que acarretou o vazamento de informações da instituição e de clientes”. A fintech também disse que encerrou sua parceria com o banco em 2023, em uma ação que já estava planejada desde 2022 no roadmap da empresa. 

Publicidade

Horas após o contato do Portal do Bitcoin, a Nomad enviou uma nota para sua base de clientes informando o ocorrido — porém o fato já era público e vinha sendo debatido em sites especializados há dias.

No texto, a fintech não deixa claro quais informações pessoais de seus usuários foram vazadas: “Destacamos que nossos clientes não possuem conta ativa com a referida instituição”.

Segundo o portal estrangeiro Protos, o ataque expôs informações como nome, endereço, e-mail, data de nascimento, informações fiscais e números de social security (CPF dos Estados Unidos).

O executivo Jason Mikula, autor da newsletter Fintech Business Weekly, confirmou que teve acesso a uma parte dos documentos vazados e que, nesse trecho que analisou, estavam as informações pessoais dos clientes da Nomad. 

Publicidade

Ao longo do mês de junho, os hackers roubaram 33 terabytes de dados do banco Evolve Bank & Trust, em uma ação que afetou informações de mais de 150 mil contas ligadas a vários parceiros da empresa: a fintech brasileira Nomad, a corretora de criptomoedas Bitfinex e o banco Cooper Banking, entre dezenas de outros.

Hackers russos assumem autoria do ataque

O grupo criminoso russo chamado LockBit, que é especialista em ataques de ransomware, assumiu a autoria do ataque. Os hackers vazaram as informações roubadas (o equivalente a 2,8 bilhões de páginas de texto) no dia 26 de junho, após o banco não ter pago pelo resgate exigido. Mikula afirma que, desde então, diversos especialistas estão analisando quais dados foram divulgados. 

Antes desse caso ocorrer, o Federal Reserve, Banco Central dos EUA, sancionou o banco Evolve justamente citando práticas inadequadas para lidar com informações dos clientes.

“Dentro de 60 dias da data efetiva desta Ordem, o Banco deve apresentar um plano por escrito, aceitável pelos Supervisores, incluindo cronogramas, para corrigir as deficiências de tecnologia da informação e segurança da informação identificadas nos Relatórios de Exame”, determinou o FED. 

Publicidade

Nomad tem 1,8 milhão de clientes

A Nomad é uma fintech com sede no Estados Unidos, mas feita por empresários brasileiros e para clientes brasileiros. A proposta é oferecer contas digitais nas quais os clientes possam manter moedas estrangeiras e fazer transferências internacionais.

A empresa, que começou as atividades em 2019, tem 1,8 milhão de clientes e lançou na última semana uma campanha publicitária mais agressiva protagonizada pelo ator Will Smith, que aparece em vídeo promocional falando português.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Tap-to-Earn: Conheça a nova forma de ganhar tokens de graça no Telegram

Tap-to-Earn: Conheça a nova forma de ganhar tokens de graça no Telegram

Os jogos “tap-to-earn” (toque para ganhar) no Telegram estão chamando a atenção das massas; veja como os jogadores estão ganhando com os airdrops de tokens
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio
Pessoa segura smartphone com logo BUSD com as mãos apoiado em uma mesa

SEC encerra investigação sobre stablecoin da Binance sem ações de penalidade

A SEC alegou que a stablecoin BUSD era um valor mobiliário em um processo movido contra a Binance no ano passado
Sigla ETF ao lado de moeda dourada de Ethereum

ETFs de Ethereum na semana que vem? Veja a projeção de quando os fundos devem estrear nos EUA

Mercado aguarda ansioso desde maio pela estreia dos ETFs de Ethereum à vista nos EUA