Bitcoin sobe 14% e supera os US$ 7.200 com entrada de dinheiro novo através do Tether

Foto: Shutterstock


Bitcoin ignora o mercado internacional abalado pela crise do coronavírus e sobe 14% nesta quinta-feira (02). Às 14h05, a criptomoeda era negociada a US$ 7.283.

No Brasil, o bitcoin é cotado a R$ R$ 35.333 às 14h14 de acordo com o IPB. A alta do dólar, que chegou aos R$ 5,26, também impulsiona o preço da criptomoeda no país.

O movimento de alta ocorre menos de dois dias após a emissão de Tether superar os US$ 6 bilhões. Nesta quinta, a Tether registra US$ 6,480 bilhões emitidos, com um aumento de US$ 300 milhões nas últimas horas.

A Tether é a principal stablecoin. Para cada token Tether, deve haver 1 dólar em lastro. O aumento da emissão significa que uma quantidade nova de capital está entrando no mercado de criptomoedas.

Estudos já comprovaram que emissão de Tether tem um grande impacto no preço do bitcoin. Segundo uma reportagem do Decrypt, uma pesquisa da fintech americana Digital Assets Data, o efeito das impressões de tether é curiosamente invertido: quando a Tether imprime uma grande quantidade, o preço aumenta apenas um pouco e quando Tether imprime pequena quantidade, o preço aumenta consideravelmente mais.

“O que estamos basicamente mostrando é que os eventos de impressão têm um impacto real nas ações subsequentes do mercado, mas de uma maneira que não esperávamos”, disse Ryan Alfred, presidente da Digital Assets Data. A surpresa, ele disse, foi que “a volatilidade na semana seguinte aos eventos de impressão é realmente atenuada.”

Bitcoin volta ao patamar de janeiro

Apesar de ter batido US$ 4.000 durante uma queda de 50% em 12 de março, o preço do bitcoin já se recuperou e voltou ao patamar de 1º de janeiro.

A máxima anual foi alcançada em 11 de fevereiro, quando registrou US$ 10.490. Desde então o BTC acumula queda de 32%.

Criptomoedas em alta

Acompanhando o bitcoin, as principais criptomoedas também operam em forte alta. Ethereum (ETH) e Ripple (XRP) têm ganhos de 11,9% e 7,2% respectivamente. Confira todas as cotações clicando aqui.

Em 24 horas, a capitalização de mercado aumentou em US$ 20 bilhões, registrando agora US$ 195 bi, acumulando de 2% de ganhos em 2020.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br