Imagem da matéria: Bitcoin se aproxima dos US$ 10.000 e acumula alta de 150% em 2019
(Foto: Shutterstock)

Bitcoin continua em forte tendência de alta e alcançou os US$ 9.840 às 6:00, horário de brasília, desta sexta (21).

O BTC agora acumula uma valorização de 150% apenas nesses primeiros seis meses de 2019 e atinge o maior patamar desde o início de maio de 2018, quando foi visto pelo última vez acima dos US$ 10.000.

Publicidade

Apesar da excelente recuperação nesta primeira metade do ano, a criptomoeda ainda está 50% abaixo da sua máxima história de US$ 20.000, onde foi negociada em dezembro de 2017.

No Brasil, o BTC também renova a sua máxima anual e é negociado R$ 37,230 às 7:40.

Analistas estão dando alguns motivos para a continuação da alta no preço do Bitcoin. Segundo Mati Greenspan, analista sênior da eToro, entre os principais fatores responsáveis estão o aumento da adoção das criptomoedas por investidores institucionais, políticas expansionistas de bancos centrais e o halving, que acontecerá na rede do bitcoin em meados de 2020.

Rumo aos US$ 15.000

Para Tyler Winklevoss, um dos gêmeos do Facebook, depois dos US$ 10.000, o próximo passo é os US$ 15.000. No twitter, ele disse:

“Se o bitcoin romper os US$ 10.000, pode apostar que ele vai ultrapassar os US$ 15.000.”

O co-fundador da Fundstrat, Thomas Lee, enfatizou que o bitcoin tem visto historicamente longos períodos de movimento ascendente quando supera o nível do FOMO (Medo de perder uma oportunidade).

Publicidade

Lee disse que US$ 10.000 são o nível atual do FOMO do BTC e se ele ultrapassar esse nível, um movimento de alta de 200 a 400 por cento pode ser possível com base em seu desempenho nos últimos três anos.

“Na maioria dos mercados, uma ‘nova alta’ é necessária para confirmar um breakout. Mas com o bitcoin, quando é negociado a um preço visto em apenas 3% de sua história, isso confirmou uma nova alta iminente. Isso torna a criptomoeda diferente. Este “3%” é de US$ 10.000. FOMO = $ 10.000. Atualmente, estamos apenas US$ 250 antes do FOMO”, explicou ele.

Criptomoedas no maior patamar de 2019

Puxadas pelo Bitcoin, as principais criptomoedas do mercado também operam em alta. Ethereum e Ripple apresentam ganhos de 8,2% e 4% nas últimas 24 horas. O Ethereum renovou sua máxima anual e é negociado a US$ 300.

O valor de mercado das criptomoedas também atingiu nova máxima no ano ao registrar US$ 300 milhões.


Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump quase baniu o Bitcoin em 2020, mas uma pessoa o impediu

“Trump não acredita em nada além de si mesmo”, disse o executivo da Block Inc., Mike Brock
Imagem da matéria: Senador que chamou Bitcoin de "escolha ideal para criminosos" é condenado por corrupção

Senador que chamou Bitcoin de “escolha ideal para criminosos” é condenado por corrupção

“Este caso sempre foi sobre níveis chocantes de corrupção”, disse o procurador dos EUA
Imagem da matéria: Fundos de Bitcoin registram 5ª maior captação semanal da história

Fundos de Bitcoin registram 5ª maior captação semanal da história

Mais de US$ 1,4 bilhão foram investidos em fundos de criptomoedas nos últimos sete dias, o triplo da semana anterior
Donald Trump posa para foto em evento político nos EUA

Trump cobrará R$ 5 milhões de quem quiser dividir mesa com ele em evento de Bitcoin

Uma foto com Trump também custará caro aos participantes, indo de R$ 330 mil a R$ 550 mil