Imagem da matéria: Baleia movimenta o equivalente R$ 5 bilhões em Bitcoin e paga taxa de R$ 5,50
Foto: Shutterstock

Uma baleia transferiu na quarta-feira (17) 15.077 bitcoins, o equivalente a R$ 4.993.138.350,76 pela cotação do momento da publicação deste texto. A transação custou 0.0000166 BTC, que na moeda brasileira corresponde a R$ 5,50.

Aparentemente as duas carteiras envolvidas na operação foram criadas para o movimento. Ambas fizeram apenas duas transações segundo dados do Blockchain.com: enviar e receber os mais de 15 mil BTC e a comissão paga pela transação.

Publicidade

O movimento de quase R$ 5 bilhões em bitcoin foi registrado pelo Whale Alert, serviço que monitora grandes movimentações de BTC das baleias, que são pessoas ou entidades que possuem enormes quantidades do ativo.

Movimento no oceano

As baleias estão se movimentando. Dias atrás, uma baleia movimentou 2.207 BTC, que havia deixado parado por mais de oito anos.

Em outubro, a baleia anônima mais rica do mundo adicionou mais 701 BTC à carteira. Os dados públicos da blockchain rastreados pelo BitInfoCharts, mostram que no dia 25 de outubro a baleia comprou 596 BTC e no dia seguinte, mais 105 BTC entraram para a reserva.

É importante ressaltar que não se trata da maior carteira do mercado — existem duas maiores. A diferença é que são reconhecidas como de corretoras.

Publicidade

Também em outubro, uma baleia fez um movimento gigante. A movimentação foi feita por meio de uma carteira que havia feito apenas duas transações, tendo transferido 13.006 BTC para uma carteira que nunca havia feito nenhuma transação. O custo do envio de tal soma foi de 0.00000764 BTC.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

É a primeira vez desde o início de maio que o Bitcoin apresenta uma cotação tão baixa
Imagem da matéria: História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

Terceiro trimestre é historicamente o período de menor ganho para o Bitcoin, mas uma possível queda de juros nos EUA pode mudar o cenário em 2024
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre julho em alta de 2,2%; mês promete ser positivo para as criptomoedas

Manhã Cripto: Bitcoin abre julho em alta de 2,2%; mês promete ser positivo para as criptomoedas

Historicamente, julho tende a ser um mês de valorização para as criptomoedas
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha