Imagem da matéria: Áudio vazado: Chefão da Unick Forex contratou hacker para atacar sites e remover reportagens
Criador da empresa acusada de pirâmide financeira (Foto: Reprodução/Youtube)

O chefão da Unick Forex, Leidimar Lopes, contratou um suposto hacker para invadir sites e blogs e remover reportagens sobre a empresa. Conforme um áudio publicado pelo grupo Desmascarando Pirâmides Financeiras (DPF) no Facebook na terça-feira (25), o crime já estava em curso, pois Leidimar já teria pago o cibercrime.

“Ele vai conseguir tirar do ar, tenho certeza disso”, disse o chefão da Unick que se encontra preso desde a deflagração da Operação Lamanai, em outubro do ano passado. A defesade Leidimar já tentou sua liberdade que por duas vezes foi negada pela Justiça.

Publicidade

No áudio, Leidimar descreve para um interlocutor — não identificado — a conversa que teve com o suposto hacker. As reportagens que seriam alvos foram foram tratadas por ele como “situações”.

“Ele falou pra nós tinha várias situações que ele sabia e que ele que tinha como tirar isso do ar… Enfim, blogs, sites etc e tal”, explicou Leidimar.

Ele descreveu que o contratado lhe enviaria uma lista de ‘situações’ para ser avaliada e assim tirar reportagens do ar.

Leidimar ainda diz que a parceria seria uma troca pra eles ganharem juntos:

“Um parceria é sempre uma troca; nós trocamos uma coisa por outra. Nesse caso, estamos trocando a experiência e o conhecimento dele por algum valor… que já foi passado pra ele”. Ou seja, Leidimar já havia pago um certo valor para o suposto hacker dar início ao crime.

Publicidade

Trader da Unick 

Há poucos dias, a Justiça revelou que o trader Marcos Kronhardt foi uma das pessoas que participou ativamente da Unick Forex. Ele foi apontado como o cérebro das operações.

Segundo a Justiça, existem elementos concretos que indicam que trader possui controle de contas da Unick em corretoras no exterior.

Kronhardt chegou a aparecer em vídeo para atrair a confiança dos investidores, num jogo de palavras que sugeria legalidade das operações da Unick por ser uma empresa sediada no exterior.

Porém, mesmo que a empresa não tenha domicílio no Brasil não pode captar clientes no país sem a autorização da CVM.

Publicidade

Em entrevista cedida ao Portal do Bitcoin o Superintendente da autarquia, José Alexandre Vasco, explicou:

“Não faz diferença se a empresa está no exterior ou no Brasil se está captando recursos de pessoas residentes no território nacional, a competência é da CVM. Essa competência é estabelecida pela lei”. 

Danter Silva tenta liberdade

Além de Leidimar, Danter Silva, ex-diretor de marketing e o ‘rosto da UNick’ no Brasil, também tentou deixar a prisão. No entanto, ele não conseguiu pagar os R$ 200 mil de fiança, condição dada pela justiça.

Leidimar criticou clientes da Unick

Em janeiro outros áudios vazados de conversas de Leidimar também vieram à tona. Na ocasião, o chefão da Unick criticou os clientes que pediam o dinheiro investido de volta.

Ele disse que não devolveria os fundos de ninguém, mostrando praticamente qual seria o principal propósito do negócio:

“Por que os que continuam tão tudo certo aqui? Por que eles quiseram cancelar? Eles que vão se F… agora. Não mandei ninguém pedir cancelamento”.

Leidimar dizia que havia organizado a empresa para que as pessoas pudessem continuar no negócio e não sair dele:

“Eu nunca falei pra ninguém que devolvia dinheiro pra alguém. Ou ouviu eu falando alguma vez isso aí pra alguém? Que se F… agora”, disse o cabeça da pirâmide.

Publicidade

Pirâmide bilionária

A Unick Forex estava proibida pela CVM de atuar no mercado, mas mesmo assim permanecia vendendo produtos sob a justificativa de que vendia produtos de educação.

Com a promessa de lucro de 100% sobre o valor investido em até seis meses, a empresa teria captado milhares de clientes.

Após denúncias e investigações, a Operação Lamanai da PF prendeu nove pessoas.

Em janeiro, uma nova denúncia do MPF revelou que a Unick Forex captou R$ 29 bilhões de 1,5 milhão de pessoas.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs