Ilustração mostra várias moedas coloridas com seus símbolos em 3D, com destaque para Solana
Shutterstock

O mês de junho não foi muito bom para o mercado de criptomoedas, com Bitcoin, Ethereum e XRP caindo cerca de 10% no período, enquanto a Solana desabou 16%.

Essas performances seguem a queda geral do mercado cripto nos últimos 28 dias, que até esta sexta-feira (28) perfaz uma queda de US$ 2,67 trilhões para US$ 2,41 trilhões no período — uma redução de US$ 267 bilhões.

Publicidade

Contudo, a dominância continua como sempre sendo do Bitcoin, com um marketcap de US$ 1,19 trilhão e dominância de 50,3%, segundo dados no site Coingecko.

As flutuações de preços mais expressivas em junho ficaram por conta das memecoins Brett (BRETT), o grande destaque do mês, com uma alta de 84%, e DogWifHat (WIF), no sentido contrário, caindo 47%.

Confira abaixo a lista das cinco criptomoedas que mais subiram e caíram em junho, de acordo com dados do Coingecko.

Criptomoedas vencedoras de junho

Brett (BRETT) +84%

Inspirada na tirinha Boy’s Club, a memecoin foi a que mais subiu neste mês de junho, saindo de US$ 0,09 no dia 1 para US$ 0,19 no dia 9. Neste final de tarde, a Brett ocupa a 63° posição no top das criptomoedas mais valiosas, com um market cap de US$ 1,53 bilhão.

Publicidade

No momento da redação, o token BRETT é negociado em US$ 0,15, com uma queda de 1,5% nas últimas 24 horas.

(Fonte: Coingecko)

Notcoin (NOT) +53%

Mesmo perdendo 27% em duas semanas, a Notcoin — uma das queridinhas dentre os projetos cripto do Telegram, ficou em segundo lugar entre as moedas que mais subiram em junho. 

No início do mês, a comunidade da NOT viu o token dobrar de preço em cerca de 48 horas, saindo de US$ 0,012 para US$ 0,028 entre o dia 1 e 2. Este foi o topo até então. Nesta sexta, o NOT é negociado em US$ 0,014 e passa por uma queda de 6% nas últimas 24  horas.

(Fonte: Coingecko)

Kaspa (KAS) + 30%

A kaspa começou o mês em US$ 0,13, batendo um pico de US$ 0,18 antes de voltar ao mesmo preço na semana do dia 18. A moeda conseguiu se recuperar nesta semana, com um ganho de 24%, acumulando 30% no período.

Publicidade

Nesta sexta, o token KAS é negociado em US$ 0,17 e passa por uma queda de 2% nas últimas 24 horas.

Monero (XMR) +18%

Monero, uma das mais antigas do mercado cripto, também teve um pico de US$ 170 na metade do mês, depois de ficar oscilando na casa dos US$ 150. Seu preço quase não mexeu em 24 horas, mas o ganho semanal de 4.5% elevou sua valorização para 18% no período.

Toncoin (TON) +15%

A TON, um dos tokens populares da iniciativa cripto do Telegram,  ganhou uma grande popularidade enquanto passou por altos e baixos no mês.

Entre o início e a metade do mês de junho, a Toncoin oscilou entre US$ 6,30, no meio US$ 8,20 para então perfazer seu valor atual de US$ 7,50 nesta sexta, com ganho semanal de 6% e mensal 15%.

Perdedoras de junho

DogWifHat (WIF) -47%

A memecoin em Solana, inspirada no meme de um cachorro usando gorro, foi a criptomoeda do top 100 que mais caiu no mês até agora, acumulando perda de 47%. 

Publicidade

Nesta sexta, o WIF é negociado em US$ 1,94, pouco mais da metade do seu preço no dia 1, quando foi de US$ 3,44.

(Fonte Coingecko)

Celestia (TIA) -43%

O token TIA também tem visto quedas consideráveis acumuladas nesta sexta-feira em 43%. Na primeira semana do mês, a Celestia ainda conseguiu segurar seu preço na casa dos US$ 10 até começar a desabar incessantemente.

Nesta tarde de sexta, o token está sendo negociado em US$ 6,15 e passa por uma queda de 2,2% nas últimas 24 horas, acumulando desvalorização de 43% em 28 dias.

(Fonte: Coingecko)

Starknet (STRK) -42%

O token da Starknet, blockchain de segunda camada no Ethereum, acumula nesta tarde de sexta-feira perdas acima de 40%, oscilando no entanto, com um preço médio de US$ 0,66.

No início de junho, o token STRK chegou a ser negociado em US$ 1,39 no dia 5, mas desde então começou a cair. Nos últimos sete dias a desvalorização foi de 7% e em duas semanas 14,5%.

Beam (BEAM) -40%

A Beam também sofre com quedas contínuas, ou seja, sem correções significativas no período. Desde o início do mês o token desabou de US$ 0,030 para US$ 0,016 nesta sexta.

Publicidade

Bonk (BONK) -39%

A memecoin BONK fecha o grupo de criptomoedas que mais caíram em junho, com perda acumulada de 39,5% até o momento desta publicação, sendo negociada em US$ 0,00002258 depois de ter começado o mês valendo US$ 0,00003478.

  • Quer ter a chance de ganhar 1 ethereum (ETH)? Abra sua conta grátis no Mercado Bitcoin e comece a negociar o quanto antes.
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

5 fatores que podem levar o Bitcoin a US$ 100 mil até o fim de 2024

Apesar da recente queda do mercado de criptomoedas, vários catalisadores oferecem uma oportunidade para os investidores de longo prazo que buscam um alívio
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

É a primeira vez desde o início de maio que o Bitcoin apresenta uma cotação tão baixa
Imagem da matéria: Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

Dificuldade de mineração do Bitcoin cai 7,8%, maior recuo desde o colapso da FTX

O recuo substancial do preço do Bitcoin desde março prejudicou a renda do setor de mineração em geral
Bolo de dólares em cima de outras notas

PF da Argentina prende família que lavava dinheiro de contrabando e jogos de azar com USDT

Com o filho preso e a esposa indiciada, o líder da quadrilha, Fabián Di Julio, o “El Gordo”, se entregou na última quarta-feira