Imagem da matéria: American Express Está de Olho na Blockchain para o Programa de Recompensa dos Clientes

O time responsável pelas viagens e pelos comerciantes da American Express está pensando em usar a blockchain dentro de um sistema de recompensas personalizado para clientes.

Um novo pedido de patente publicado na semana passada pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA detalha um conceito para oferecer tipos de recompensas específicos do cliente (incluindo pontos, uma moeda virtual ou itens específicos vinculados a um produto). O arquivamento indica que o gigante financeiro faria essas ofertas compilando dados personalizados sobre o cliente, como seus padrões históricos de gastos.

Publicidade

A aplicação cita a tecnologia como um recurso para armazenar e atualizar informações entre várias abordagens possíveis, detalhando:

A estrutura da blockchain pode incluir um banco de dados distribuído que mantém uma lista crescente de registros de dados. A blockchain pode fornecer segurança aprimorada porque cada bloco pode armazenar transações individuais e os resultados de qualquer executável de blocos. Cada bloco pode conter um carimbo de data / hora e um link para um bloco anterior.

A empresa se movendo em direção à propriedade intelectual em torno de usos da tecnologia talvez não seja surpreendente, dado o interesse em torno dela por alguns dos concorrentes provedores de cartão de crédito. A American Express é atualmente membro do consórcio do blockchain Hyperledger e, quando se juntou em janeiro, a empresa sugeriu que olharia para a blockchain como uma maneira de retrabalhar seus serviços atuais.

“Estamos entusiasmados em nos juntar ao Hyperledger, pois estamos procurando tirar o máximo proveito da blockchain para oferecer produtos novos e inovadores para nossos clientes e parceiros, ao mesmo tempo em que transformamos processos e aplicações já existentes”, afirmou o gerente de informações da Amex, Marc Gordon, naquela data.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos